13/06/2024

Homem é pego ao tentar entrar em país com 68 iPhones presos no corpo

Estratégia do indivíduo era evitar fiscalização que regula quantidades de aparelhos que podem entrar no país através de pessoas físicas.

Um indivíduo estava caminhando de maneira desajeitada, o que chamou a atenção das autoridades na cidade de Qingmao, localizada em Macau, China. As autoridades decidiram abordá-lo para averiguar a situação e logo constataram algo surpreendente: o homem estava carregando nada menos que 68 iPhones presos ao seu corpo.

iPhones

De acordo com informações fornecidas pelas autoridades locais, o homem vestia uma camiseta polo e uma camiseta azul e foi abordado ao entrar na China pelo porto de Macau no dia 31 de julho.

Os dispositivos móveis estavam posicionados across as diversas áreas da região abdominal, ao longo das pernas e contornando a cintura do indivíduo. A maneira como ele caminhava e sua decisão de atravessar a seção designada como “nada a declarar” não escapou à observação meticulosa dos agentes aduaneiros.

O ato de transportar mercadorias ocultas, omitindo sua declaração na alfândega, tem a capacidade de resultar em obrigações tributárias para o indivíduo. Além disso, no caso de ser categorizado como contrabando, o indivíduo corre o risco de enfrentar ações judiciais criminais dentro do território nacional.

Não é a primeira ocasião em que indivíduos são surpreendidos tentando introduzir dispositivos eletrônicos aderidos ao corpo na nação chinesa. Em 2015, um homem foi capturado transportando consigo 94 aparelhos telefônicos. No desfecho do ano anterior, uma mulher simulou uma gravidez para esconder nove iPhones, além de portar uma quantidade considerável de unidades de processamento.

A explicação para a existência de ocorrências de tráfico ilegal de certos dispositivos eletrônicos para a China reside no fato de que esses produtos possuem valores elevados dentro do país.

Apesar de a China ser responsável por fabricar virtualmente todos os tipos de aparelhos eletrônicos, determinados produtos, como os iPhones, sofrem a incidência de encargos locais que elevam o seu preço. Por conseguinte, algumas pessoas se aventuram a transportar esses telefones durante suas viagens internacionais, com a intenção de comercializá-los posteriormente no território chinês.

ViaUol
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários