05/04/2024

Fim do Messenger Lite; Meta anuncia descontinuação do aplicativo

Messenger Lite é a versão mais leve do aplicativo e a Meta pretender dar um fim a esse programa nos próximos meses.

A Meta, a empresa por trás de plataformas e redes sociais populares como o Facebook, WhatsApp e Instagram, divulgou que pretende encerrar um de seus aplicativos de comunicação para dispositivos móveis nas próximas semanas.

Messenger

O aplicativo em questão é o Messenger Lite, uma versão simplificada do Messenger original, destinada a tablets e smartphones menos potentes, bem como a usuários que desejam economizar em consumo de dados móveis.

De acordo com informações do site 9 to 5 Google, que identificou e informou sobre o anúncio, o aplicativo será descontinuado em definitivo a partir de 18 de setembro de 2023. Além disso, o aplicativo não está mais disponível para download na Google Play Store e na App Store, a menos que já tenha sido baixado anteriormente pela conta do usuário. Antigos usuários que já o possuíam poderão reinstalá-lo, porém novos downloads não serão possíveis.

“Use o Messenger para continuar conversando. (…) Nós sabemos que seus chats são importantes para você, então tudo do Messenger Lite ainda estará disponível no Messenger”.

Quem utilizar o aplicativo Messenger Lite nos próximos dias vai encontrar essa mensagem, que além de ser uma prévia sobre o fim do programa é uma indicação para que o usuário migre para o Messenger tradicional.

Em outubro de 2016, foi oficialmente introduzida a versão Messenger Lite. Com menos de 10 MB no tamanho do download, essa versão era preferida por aqueles que desejavam evitar o uso de um aplicativo mais pesado em seus dispositivos móveis. Além disso, ela atendia a pessoas que consideravam alguns recursos de chat desnecessários, os quais poderiam consumir não apenas dados móveis, mas também a energia da bateria.

A empresa Meta, seguindo uma tendência semelhante a outros aplicativos de redes sociais, está gradualmente abandonando as versões “Lite” de seus aplicativos. Isso ocorre devido à crescente disponibilidade de conexões móveis mais rápidas e confiáveis, ao aumento do acesso via Wi-Fi e à capacidade dos dispositivos de nível básico de executar os aplicativos completos, apesar de suas especificações mais modestas.

Além dessas mudanças, a empresa está implementando alterações contínuas no mensageiro. A partir de setembro deste ano, o suporte a mensagens SMS será interrompido. Além disso, após um longo período, a empresa permitirá o acesso às mensagens sem a necessidade de instalar o aplicativo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários