29/02/2024

TIM leva 4G para as primeiras cidades do projeto Ecovias do Araguaia

Projeto da operadora TIM deve levar internet móvel 4G para diversos moradores da região, por meio desse projeto.

Corumbá de Goiás e São Luiz do Norte, ambas situadas em Goiás, são as primeiras cidades a receberem o 4G de um novo projeto da TIM. Essa iniciativa é resultado da implantação realizada pela operadora, em colaboração com o projeto Ecovias do Araguaia, nas rodovias que compõem o Sistema Anápolis-Aliança do Tocantins, especificamente as BRs-153, 414 e 080.

Estrada TIM

Essa implantação do sinal de internet 4G é uma conquista significativa, sendo o primeiro passo de uma proposta inovadora nas concessões federais, com potencial para beneficiar aproximadamente 900 mil pessoas assim que estiver totalmente concluída.

O projeto Ecovias já concluiu a instalação das antenas e colocou-as em pleno funcionamento nas regiões de Goiás e Tocantins. Além disso, está previsto que em agosto do presente ano, outras três cidades, nomeadamente Cariri e Talismã, no Tocantins, e Estrela do Norte, em Goiás, também terão a ativação do sinal de internet 4G, contribuindo para uma maior conectividade e conforto das comunidades locais.

O empreendimento deve favorecer a comunidade de todos os 28 municípios pertencentes ao Sistema Anápolis-Aliança do Tocantins, além de outros seis municípios circundantes, entre Goiás e Tocantins, atingindo um total de 88 instituições de ensino públicas e 31 unidades de cuidados médicos, bem como impulsionar ainda mais o setor agropecuário na área.

O aporte é o desfecho de uma parceria entre a TIM e o Grupo EcoRodovias, que administra a concessionária. Todavia, o empreendimento desenvolvido pela TIM possibilitará que seus clientes e até mesmo usuários de outras operadoras tenham acesso à cobertura de telefonia móvel.

“O projeto foi desenhado pela TIM para que a Ecovias do Araguaia atenda às exigências do contrato de concessão, que prevê cobertura para a comunicação entre os usuários das rodovias e o serviço de atendimento da concessionária – inclusive, a conclusão deve ser feita antes mesmo do prazo contratual, estabelecido para outubro de 2024.”, disse o diretor Superintendente da Ecovias, Carlos Xisto.

Ele recorda que o enfoque é a proteção viária, mas o ganho alcançará a todos que residem, trabalham ou circulam nas proximidades das rodovias onde atualmente há pouquíssima cobertura.

Em sua análise, esse é um projeto que já se torna exemplo para outras concessões e para o sistema viário em todo o país. “A implementação dessa tecnologia, além de assegurar a conexão para aqueles que transitam pela região – inclusive em situações de emergência que demandem comunicação imediata – também proporciona um melhor suporte para o setor produtivo local, especialmente para a agropecuária, e melhora o acesso à internet em instituições de ensino e saúde“, complementa o executivo.

De acordo com Paulo Humberto Gouvêa, diretor de soluções corporativas da TIM, expandir o alcance do sinal 4G nas estradas é uma prioridade para a operadora.

“Levar conectividade às estradas é oferecer maior segurança e promover a inclusão digital à população”, destaca.

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários