16/07/2024

Programas para conectar escolas e infovias farão parte do novo PAC

Ministro das Comunicações também afirmou que o novo Programa de Aceleração do Crescimento envolverá a expansão da rede de telefonia móvel.

De acordo com o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, o novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) também incluirá o programa de conectividade para conectar todas as escolas públicas do paí, além de projetos estaduais para conectar as infovias das regiões Norte e Nordeste.

O ministro falou sobre as prioridades do governo durante o Fórum Abinee TEC 2023, realizado nesta terça-feira, 18, em São Paulo, afirmando que a inclusão digital sempre foi prioridade do governo Lula. “Desde o início, o presidente colocou a inclusão digital dentro das prioridades do governo. E um dos programas que estaremos lançando em breve vai ser o de conectividade nas escolas. Vai estar dentro do novo PAC”, afirmou.

“O novo PAC está à beira de ser lançado agora no mês de agosto e a inclusão digital vai estar no eixo da infraestrutura, pois não acontece inclusão digital se não houver investimento em infraestrutura”, afirmou Filho, na ocasião.

O ministro das Comunicações falou que espera impactar 140 mil unidades da rede pública com a iniciativa prevista para ser anunciada nas “próximas semanas”. A ideia é fornecer internet suficiente para uso pedagógico na rede pública, com ajuda dos recursos do Fust e do direcionamento de compromissos do 5G.

Na primeira fase do novo programa, levar conectividade para as unidades escolares será com maior facilidade, uma vez que há 98 mil escolas próximas de localidade com rede de fibra instalada. Já outras 40 mil instituições estão mais distantes e receberam fibra se localizadas a até 20 km das redes de transporte existentes. Nas escolas com distâncias ainda maiores, Filho explica que para conectá-las, deverá usar a conexão satelital.

Infovias estaduais

Dentro do novo PAC, o ministro afirmou que entrará a iniciativa de conectar as infovias estaduais. “Também dentro do eixo das comunicações teremos recursos para avançar nas infovias estaduais. Há muitos estados que ainda têm carência de infovias e cinturões digitais, principalmente estados do Norte e do Nordeste“.

“Então, vamos avançar também com infovias estaduais com a ampliação da rede de cobertura”, continua o Filho.

Juscelino Filho também afirmou de envolver no novo PAC a expansão da rede de telefonia móvel, reunindo compromissos já existentes no âmbito do leilão do 5G e eventuais novas adições. Além disso, também destacou a conectividade para as unidades de saúde que fiquem a uma distância de até 500 metros das escolas. “Assim, poderemos fazer a telemedicina em regiões distantes onde não há médicos”, apontou.

De acordo com Juscelino Filho, os projetos de telecomunicações e inclusão digital serão financiados com recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), do leilão do 5G e do orçamento da União.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários