23/02/2024

Programa Goiás de Fibra vai levar rede óptica para 246 municípios goianos

Segundo o governo goiano, haverá um investimento de R$ 400 milhões na primeira etapa para a construção de oito anéis de fibra óptica.

Em Goiás, 246 municípios goianos contarão com redes de fibra óptica para a conexão necessárias para oferecer a segurança e rapidez na transmissão de dados. A conectividade é parte do Programa Goiás de Fibra, desenvolvido pela Secretaria-Geral de Governo de Goiás, por meio da Subsecretaria de Energia, Telecomunicações e Cidades Inteligentes.

O programa ainda está em fase de elaboração dos projetos, sendo que a próxima etapa será o processo licitatório. A intenção é contemplar todas as regiões do estado com a implantação dessa rede de última geração.

O secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, conta que “Assumimos como compromisso de Estado promover a conexão dos municípios goianos, permitindo que o poder público se comunique de forma eficiente e segura, ao promover o acesso da população à transmissão de dados rápidos, e os serviços e vantagens que são disponibilizados hoje no meio virtual”.

Para que a rede óptica chegue nos municípios, a estrutura está sendo projetada em formato de grandes anéis ópticos, que irão percorrer os maiores conglomerados urbanos na primeira etapa do projeto (que já irá atender a cerca de 40% dos municípios de Goiás). Os outros municípios que não estão inseridos nessa rede, na segunda etapa do projeto, receberão ramificações para serem interligados.

O subsecretário de Energia, Telecomunicações e Cidades Inteligentes do Governo de Goiás, Renato Lyra, explica que, em comparação a outros meios, a fibra óptica é capaz de transmitir um maior volume de dados em distâncias maiores também.

“A vantagem da fibra óptica, em primeiro lugar, eu diria que é a largura de banda. Elas têm uma largura de banda muito maior do que outros meios de transmissão de dados, então elas são capazes de suportar uma quantidade de dados muito maior do que os outros meios — o que é extremamente importante hoje em dia com a internet”, avalia.

A princípio, o projeto prevê a interligação dos órgãos do governo do estado, como escolas estaduais, delegacias, Corpo de Bombeiros, hospitais estaduais, instalações da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

“Nesse primeiro momento, o objetivo é ligar os órgãos estaduais e pra fazer isso a gente vai estar montando uma infraestrutura de fibra óptica no estado inteiro. Então existe a intenção, existe o desejo de que essa prestação de serviço seja estendida. Mas hoje nessa primeira fase do projeto o objetivo é a conexão dos órgãos estaduais”, reforça.

Segundo o governo goiano, haverá um investimento de R$ 400 milhões nesta primeira etapa para a construção de oito anéis de fibra óptica. A expectativa é que sejam instalados pelo menos 2.300 pontos de conectividade em órgãos públicos do estado.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários