25/07/2024

5G pode substituir internet via cabo no Brasil? Especialistas acham difícil

Rede 5G promete estabilidade e velocidade e faz muitas pessoas se questionarem: ela vai substituir a internet via cabo?

O Brasil comemorou o primeiro aniversário da tecnologia 5G puro esta semana. A velocidade mais elevada dessa nova rede tem levado alguns brasileiros a considerarem abandonar a conexão fixa de internet em suas casas. Contudo, será que a chegada da quinta geração da internet realmente vai eliminar a necessidade de conexão por cabos?

5G

Uma pesquisa conduzida pela OpenSignal em maio deste ano revelou que a velocidade de download em três cidades brasileiras, onde o 5G já está disponível, ultrapassa os 400 Mbps, aproximando-se do que é oferecido atualmente em pacotes mensais de banda larga fixa. Essas cidades são Porto Alegre, Teresina e Curitiba.

Apesar desse excelente desempenho, especialistas afirmam que a possibilidade do 5G substituir em larga escala a internet fixa é remota, uma vez que essas duas tecnologias possuem propostas distintas.

O que dizem os especialistas sobre o 5G se tornar a internet principal dos Brasileiros

Segundo o especialista Ricardo Caranicola Caleffo, docente do programa de Engenharia Eletrônica do IMT (Instituto Mauá de Tecnologia), ao site Tilt,  o quinto padrão de comunicação móvel é mais adequado em termos de performance de conectividade, especialmente em aplicações externas através de dispositivos móveis. Por outro lado, o Wi-Fi é indispensável para propósitos residenciais.

“Para comunicação em ambientes fechados eu não vejo possibilidade de haver uma substituição de uma tecnologia para outra”, diz o docente.

A rede wi-fi já possui uma estrutura consolidada, o que demandou anos para atingir esse estágio, diz Ana Benso, professora do curso em Ciência da Computação da Escola Politécnica da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul). 

No caso da internet de quinta geração, a infraestrutura ainda está em construção. De acordo com o planejamento da Anatel, a implementação completa no Brasil deverá ser concluída até 2028.

“Não é que o 5G seja incapaz de suprir a conexão fixa, mas o desafio reside na combinação de tecnologia e infraestrutura já estabelecida. Tudo isso é uma questão de tempo e custo, levando em consideração o tempo necessário para implantar o 5G nas cidades e os custos envolvidos”, afirma Benso.

A disponibilidade de celulares compatíveis ainda é limitada no Brasil.

Uso do 5G e a relação com pacote de dados

A substituição da conexão estável pelo 5G móvel depende, naturalmente, do modo como a pessoa utiliza a internet, afirmam os entrevistados. Muitos usuários a utilizam em suas residências para acessar redes sociais, jogar, assistir a vídeos e séries, estudar e participar de reuniões online.

Indivíduos com esse perfil acabariam gastando mais com o pacote de dados ao utilizar o 5G devido às restrições do serviço contratado. O wi-fi continua sendo a melhor opção para esse conjunto de atividades.

Mesmo que a operadora ofereça um pacote de dados generoso e a pessoa tenha contratado esse serviço, se o consumidor ficar conectado ao 5G o dia todo, consumindo seu pacote, eventualmente ele se esgota. A rede wi-fi não possui essa limitação. Quando você contrata uma conexão fixa, não está limitado a uma quantidade específica de dados, explicou o professor de engenharia eletrônica.

Caleffo acrescenta que, ao manter seu dispositivo conectado à rede wi-fi durante todo o dia, você usufrui do que foi acordado com a operadora em termos de velocidade de transmissão de dados.

ViaUol

3 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários