21/02/2024

Anatel se reúne com Grupo de Trabalho da TV 3.0

TV 3.0 no Brasil já tem um Grupo de Trabalho para construir o projeto de expansão dessa versão da televisão digital.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) participou, nesta quinta-feira, 27, de uma reunião inaugural no Ministério das Comunicações para dar início às atividades do Grupo de Trabalho da TV 3.0 (GT TV 3.0). Essa reunião contou com a presença de especialistas, cientistas, técnicos e representantes da academia e de órgãos do governo.

GT TV 3.0
Vinícius Caram, superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da Anatel; Tawfic Awwad, secretário-executivo do GT; e Wilson Wellisch, presidente do GT Foto: Diego Campos/Ministério das Comunicações

A criação do GT TV 3.0 é considerada um momento de extrema importância não apenas para o Ministério das Comunicações, mas para o Brasil como um todo, visto que terá um impacto significativo na história da radiodifusão no país.

O encontro foi conduzido pelo secretário de Comunicação Social Eletrônica do Ministério e presidente do GT TV 3.0, Wilson Wellisch. Durante a manhã, ele apresentou uma visão geral sobre a abertura e a instalação do grupo de trabalho, o regimento interno que irá orientar suas atividades, os coordenadores de cada subgrupo e a metodologia de trabalho que será adotada ao longo do processo.

Essa iniciativa busca promover o desenvolvimento e a evolução da TV 3.0 no Brasil, que provavelmente representa uma nova geração de televisão, com avanços tecnológicos e mudanças significativas na forma como os conteúdos audiovisuais são transmitidos e acessados.

O grupo de trabalho, formado por diversos especialistas e representantes, terá a responsabilidade de estudar, discutir e propor ações para o aprimoramento do setor de radiodifusão no país, considerando as tendências e desafios do cenário atual e futuro.

“A implementação desta nova tecnologia de radiodifusão será importantíssima para uma mudança de patamar no setor, inclusive no que se refere à concorrência imposta pelos serviços de streaming. Será um trabalho longo, mas, tal como foi na implementação da TV Digital, vamos participar de uma nova virada de chave na radiodifusão”, afirmou Wellisch.

Até dezembro de 2024, o conjunto deve apresentar sugestões que irão determinar todo o funcionamento da nova era de televisão digital no Brasil. Essas sugestões abrangem legislação, padrão tecnológico, modelo de implementação no território nacional e cronograma de execução e mudança para a TV 3.0.

Representante da Anatel no grupo de trabalho, o diretor de Concessões e Atribuições, Vinícius Caram, esclareceu, durante a reunião, que a Anatel e o grupo de trabalho irão determinar aspectos técnicos e práticos da TV 3.0, como a subdivisão de conteúdo de acordo com a localização geográfica dos telespectadores.

“Sabemos que o futuro da TV digital precisa desse novo passo. Vamos pensar não somente em um modelo tecnológico mais apurado para a TV, mas que também agregue conectividade e seja mais sustentável para o setor. Tenho certeza que sairemos daqui com uma solução para o futuro da TV 3.0 no País”, declarou Caram.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários