24/02/2024

Huawei e China Mobile apresentam cidade inteligente conectada com o 5G

Projeto vai além da rede e mostra uma cidade capaz de apontar todos os usos potenciais que pode ser feito da tecnologia.

Durante o Mobile World Congress Shanghai, que acontece esta semana, uma parceria entre a China Mobile e a Huawei apresentou a primeira cidade inteligente 100% conectada com o 5G da China, de acordo com o deputy general manager da China Mobile na região, Zhuge Yi. A cidade de Hangzhou possui 13 milhões de habitantes, fica situada no leste do país, e se tornou um dos cartões de visita no país.

Entretanto, a cidade inteligente não vem trazer apenas a conectividade da rede, mas também um mostruário de todos os usos potenciais que o 5G pode trazer, tanto em serviços públicos quanto em serviços comerciais disponíveis aos clientes da China Mobile.

São serviços de suporte a negócios, empreendimentos individuais, serviços financeiros, de educação, saúde entre outros. “Precisamos que as pessoas tenham experiências de 5G para que elas possam contratar mais serviços baseados em 5G“, diz o executivo. Hoje, mais de 65% dos clientes da China Mobile em Hangzhou são usuárias de 5G, diz Zhuge Yi.

“5G não é só uma nova tecnologia e sim uma oportunidade. Dizemos que só vamos ficar ricos se construirmos uma estrada antes. E a 5G é uma superhighway. Com parceiros, podemos explorar as aplicações”, completa o executivo.

Darius Delgado, head da unidade de consumidor mobile da Globe, das Filipinas, também aponta o desafio de dar sentido ao 5G. “O desafio é investir sem ter ainda como rentabilizar o 5G. Não podemos deixar de investir para não perder o ônibus, mas ainda não existe nada que se faça em 5G que não esteja disponível para o usuário de 4G“, pondera.

Ele explica que “O investimento em 5G precisa ser pontual, onde faz sentido naquele momento, por isso precisa estar casado com o marketing de vendas e análise de cada um dos mercados“.

Nesse comprometimento da operadora, Darius Delgado recomenda ainda que todos os produtos lançados pela Globe sejam associados de alguma forma ao 5G, afirmando que “é preciso fazer com o que ele associe tudo o que há de bom na nossa oferta com o 5G, para dar sentido ao produto“.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários