20/07/2024

MCom leva internet por fibra óptica para Instituto Federal do Maranhão

Ministério das Comunicações levou internet para o Instituto Federal do Maranhão como parte do trabalho de melhoria de conectividade no país.

O IFMA – Instituto Federal do Maranhão que fica na cidade de Timon, interior do estado nordestino, terá acesso a internet por meio de fibra óptica, segundo anúncio feito pelo Ministério das Comunicações, o MCom, durante visita de lançamento da iniciativa na instituição.

Cerimônia no Instituto Federal do Maranhão
Ministro Juscelino Filho ( no centro) em visita ao Instituto Federal do Maranhão, em Timon.

Na última terça-feira, 28, o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, divulgou que o Instituto Federal do Maranhão será conectado à Rede Poti (Redecomep). Essa medida possibilitará o acesso à internet de alta velocidade, com uma velocidade de 10 Gbps, beneficiando inúmeros estudantes da instituição.

Segundo o ministro, essa novidade será positiva para os jovens da cidade que frequentam o instituto e usam as dependências da instituição pública. 

“Os Institutos Federais são mecanismos importantes e por isso estamos construindo parcerias em vários estados. Não tenho dúvida que essa mudança fará uma grande diferença nas oportunidades oferecidas aos jovens de Timon e toda a região”.

Iniciativa de levar internet de fibra óptica para o IFMA partiu do MCom junto com a RNP

O Ministério das Comunicações, em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), está promovendo aprimoramentos na conectividade do IFMA, com o objetivo de favorecer instituições de pesquisa e ensino superior. 

A pasta federal garante que essa iniciativa beneficiará o Campus de Timon, que será integrado à RNP de Teresina (PI), proporcionando um aumento na qualidade da conexão e uma redução nos custos. 

Além disso, o Juscelino Filho afirma que está se empenhando em levar internet de alta qualidade para todos os brasileiros, a exemplo dessa iniciativa da fibra óptica no IFMA, e planeja realizar outras ações que irão favorecer instituições de ensino, pesquisa, educação básica e saúde em todo o país, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste.

“O presidente Lula determinou e nós vamos levar a inclusão digital para todos. Levando inclusão digital levamos também a inclusão social”, disse o ministro durante a cerimônia no IFMA.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários