Cerca de metade da população mundial não tem acesso à internet

Relatório da Unesco aponta que crescimento do número de pessoas conectadas desacelerou, principalmente em países de baixa renda.

Foto: NASA/Pixabay

De acordo com o novo relatório divulgado pela Comissão de Banda Larga para o Desenvolvimento Sustentável, fundada pela UIT e a Unesco, apontou que dos 7,6 bilhões de habitantes do planeta, 3,7 bilhões ainda não tem acesso à internet. Boa parte desse número está em países em desenvolvimento.

O estudo apontou que entre 2018 e 2019 a porcentagem de famílias conectadas subiu ligeiramente de 53,1% para 54,8%. Entretanto, particularmente em países pobres, a adoção da internet melhorou apenas 0,8% na média.


Embora quase um bilhão de novos assinantes de internet móvel tenha sido adicionado nos últimos cinco anos, a velocidade de crescimento das conexões móveis também está diminuindo.

A cobertura 4G em países de baixa renda melhorou 22% nos últimos cinco anos, em comparação com um aumento de 66% nos países de renda média-baixa.

VIU ISSO?
–> Mundo tem 4,7 bilhões de conexões 4G, afirma 5G Américas
–> E o 4G? País ativou 10 milhões de linhas desde o início do ano
–> Dispositivos 5G ultrapassam a marca de 100

Os dados mostram que das 730 milhões de pessoas que deverão ter acesso à internet móvel pela primeira vez nos próximos 7 anos, metade será da Ásia e da região do Pacífico, e menos de um quarto da África.

O relatório sugere que os países tenham mais ênfase no compartilhamento de recursos e uma abordagem que trate a banda larga como uma utilidade pública básica e uma facilitadora fundamental para o desenvolvimento global.

A Unesco espera que 75% da população mundial esteja conectada até 2025. Para chegar nesse número, a organização incentiva políticas públicas, investimentos do setor privado e envolvimento de todos os participantes do ecossistema de conectividade para acelerar os esforços para atingir a meta.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
1 Autores de comentários
Luís Wiltemburg Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Luís Wiltemburg
Colaborador
Luís Wiltemburg

Caramba! Quer dizer que essas merdas todas que a gente vê na internet vem de apenas METADE da população mundial?

Imagina se TODO MUNDO tivesse acesso?

Cidade - UF
Londrina-PR