25/02/2024

Disney+ tem sua primeira queda de assinantes desde o seu lançamento

Além do recuo de usuários, a Walt Disney Company ainda anunciou que em breve deverá demitir 7 mil funcionários, devido às dificuldades atuais.

De acordo com relatório financeiro divulgado nesta quarta-feira (08), a Walt Disney Company afirmou que a sua plataforma de streaming Disney+, desde o seu lançamento em 2019, não registrou, pela primeira vez, aumento no número de clientes em um trimestre. Pelo contrário, houve uma queda de 164 milhões para 162 milhões de assinantes, um recuo de 1% na comparação entre dezembro de 2022 e outubro do mesmo ano.

Segundo a empresa, o principal motivo foi o recuo de assinantes de 6% na plataforma do estúdio para Índia e Sudeste Asiático, o Disney+Hotstar, saindo de 61 milhões para 57,5 milhões de usuários. No entanto, o grupo tranquilizou os mercados sobre as perdas de suas plataformas de streaming (Disney+, ESPN+ e Hulu) inferiores às previstas, de um bilhão de dólares entre outubro e dezembro.

Depois de um primeiro trimestre sólido, estamos embarcando em uma transformação significativa, que maximizará o potencial de nossas equipes criativas de classe mundial e de nossas marcas e franquias incomparáveis”, declarou Bob Iger, que retornou ao cargo de CEO da companhia.

No total, segundo resultados trimestrais da empresa, o Grupo Disney teve receita de 23,5 bilhões de dólares de outubro a dezembro – um desempenho melhor do que o esperado pelos analistas. “Acreditamos que o trabalho que estamos fazendo para remodelar nossa empresa em torno da criatividade, ao mesmo tempo em que reduzimos as despesas, levará ao crescimento sustentado e ao lucro de nossos negócios de streaming, nos posicionando melhor para enfrentar futuras interrupções e desafios econômicos globais e agregar valor para nossos acionistas”, afirma.

Há informações de que a queda ocorreu na mesma época que houve o lançamento do plano com anúncios, o Disney+ Basic, disponibilizado aos espectadores norte-americanos em 8 de dezembro, por US$ 7,99.

Além da perda de assinantes, a Walt Disney Company ainda anunciou que deverá cortar, em breve, 7 mil empregos. “Isso é necessário para fazer frente às dificuldades atuais“, disse Bob Iger. Segundo o informe anual de 2021, a empresa empregava em 2 de outubro daquele ano 190.000 pessoas em todo o mundo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários