24/02/2024

Ações da Telefônica Brasil tem bom desempenho e chegam a ‘outperform’

Empresa de telecomunicação, a Telefônica, teve um dia de balanço muito positivo, superando índices de referências das ações.

As ações da Telefônica Brasil tiveram bom desempenho nesta quinta-feira, 05. Foi um dos destaques positivos da Ibovespa, além disso foram endossadas pelo relatório do Credit Suisse que elevou a recomendação dos papéis a ‘Outperform’. 

Ilustração sobre ações da Telefônica

Dentro do mercado financeiro a “outperform” significa uma ação que se saiu tão bem que até ultrapassou o seu índice de referência, e com isso conseguiu um destaque em relação às outras. 

Com esse bom resultado a Telefônica traz um alto para o setor de telecomunicações, mostrando ser um ambiente atrativo para investimentos durante o ano de 2023. Os analistas, Daniel Federle e Victor Ricciuti comentaram sobre o assunto:

“À luz de uma perspectiva macro desfavorável e baixas expectativas para ações, acreditamos que os papéis de telecomunicações são investimentos atrativos em 2023”.

A Telefônica Brasil opera no país sob a marca Vivo. Ela e a TIM tem classificação “outperform” e são as teles preferidas do setor, pois tem um perfil defensivo. 

Na última quinta-feira, 05, por volta de 11h15 às ações da Telefônica cresceram 1,78%, custando R$ 37,09 cada, enquanto o Ibovespa marcava o aumento de 0,75%. Ao mesmo tempo, os papéis da TIM tiveram uma queda de 0,5% e estavam valendo R$ 11,84. 

Os especialistas calculam que as duas receitas devem ter um crescimento moderado neste ano, mas acreditam que haverá uma expansão maior do fluxo de caixa, por volta de 30%. 

“Em 2023, esperamos redução nas promoções abaixo da linha, menor churn (cancelamento) e algum nível de aumento de preços nas lojas. Conversando com as empresas, sentimos que há um desejo de aumentar os preços principais de forma mais ampla, o que não está contemplado em nossas estimativas e seria um catalisador positivo”.

Segundo Federle e Ricciuti, um aumento maior nos preços elevaria também as receitas e as margens. Dessa forma, haveria um renovo da visão que as empresas de telecomunicações podem aumentar receitar acima da inflação de forma sustentável. 

Mas ainda assim, segundo os dois analistas, reduzindo os preços da Telefônica e da TIM, com ligeiro crescimento do capital próprio, a operadora da Vivo passou de R$ 52 para R$ 46 e a operadora italiana teve diminuição de R$ 16,50 para R$ 15,50. 

As informações e análise foram colhidas pela agência de notícias Reuters. 

ViaUol
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários