22/05/2024

Brasil terminará o ano com 25 mil pontos de internet, segundo presidente da Telebras

De acordo com Jarbas José Valente, o serviço será disponibilizado pela internet via satélite geoestacionário da empresa.

Durante a entrevista ao programa “A Voz do Brasil”, o presidente da Telebras, Jarbas José Valente, declarou que o Governo Federal deve fechar o ano de 2022 com 25 mil pontos de conectividade a internet no país.

Esses pontos de conectividade são responsáveis pela distribuição de internet para uma região. Segundo o executivo, entre eles estão contempladas 19.384 mil escolas localizadas em áreas remotas. “para que os alunos possam ter acesso às tecnologias da informação, se atualizarem e receberem aulas à distância”, afirmou o executivo.

Além das instituições educacionais, também são contemplados no programa comunidades indígenas e quilombolas, pontos de fronteira e postos de saúde também são conectados através desses pontos.

A conectividade é garantida pelo serviço de internet via satélite geoestacionário da Telebras, que foi lançado em 2017 e também conta com uma banda específica para dar acesso às forças de segurança nacional.

De acordo com o presidente da empresa, a iniciativa pretende levar conectividade para outras cinco mil escolas que não têm sequer energia elétrica. A internet será disponibilizada por meio de energia solar. Além de destacar as dificuldades de acesso que há nesses locais, onde o acesso só é possível por meio de travessia de canoa ou a cavalo.

“Hoje com esses números nós estamos chegando a atender 15 milhões de brasileiros que estavam totalmente isolados. Não são só os alunos porque a noite esse sinal é aberto. É Wi-Fi que você abre para a comunidade se comunicar”.

Atualmente, o Governo Federal já conta também com o Wi-Fi Brasil, de inclusão digital, fruto de parceria entre a estatal e a Fundação Banco do Brasil. O total investido em um ano supera os R$ 12 milhões.

Também por meio do serviço via satélite da Telebras, o Ministério das Comunicações (MCom) anunciou essa semana que levará conectividade para mais 500 pontos do Brasil, onde serão contemplados escolas, praças públicas, assentamento rurais, Unidades Básicas de Saúde (UBS), comunidades tradicionais e telecentros comunitários.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários