25/02/2024

TIM levará 4G para unidades industriais e fazendas da Usina Santa Adélia

Operadora irá instalar cinco novas antenas nas regiões de atuação da usina, o que beneficiará cerca de 280 moradores de cidades próximas.

A TIM foi escolhida pela Usina Santa Adélia, uma das principais agroindústrias do setor sucroenergético do interior de São Paulo, para ser fornecedora de uma rede móvel privada, que irá conectar as unidades processadoras e fazendas em Jaboticabal e Pereira Barreto com o 4G (LTE), incluindo todos os processos que envolvem o ciclo da cana-de-açúcar que compreende uma área de 60 mil hectares.

Com isso, cerca de 280 mil pessoas serão beneficiadas em sete cidades ao redor da Usina: Taquaritinga, Guariba, Monte Alto, Sud Menucci, Ilha Solteira, Itapura, Suzanápolis e, ainda, no distrito de Entre Rios (Itapura), em São Paulo.

O acordo entre as companhias inclui estabelecer uma rede de projetos voltados para IoT (Internet of Things) para o acompanhamento, em tempo real, dos processos no campo, além de encurtar distâncias entre produção e centro de controle. Além disso, a parceria prevê o desenvolvimento de uma plataforma digital focada no agronegócio e que irá coletar e correlacionar informações internas e externas da indústria, entregando recomendações, avisos e alertas.

“Por meio da conectividade aproveitaremos todo potencial dos equipamentos e das tecnologias embarcadas nos mesmos, na melhoria dos resultados operacionais e agronômicos advindos da nova gestão propiciada por ela”, Cássio Manin Paggiaro, Diretor Agrícola da Usina Santa Adélia.

Alexandre Dal Forno, Diretor de Desenvolvimento de Mercado IoT & 5G da TIM Brasil, afirma que

Apoiar o crescimento exponencial do agronegócio, capacitar o setor e permitir uma performance ainda melhor no campo é uma das missões da TIM, dentro da estratégia do projeto 4G TIM no Campo. Estamos muito felizes em ter a Usina Santa Adélia entre nossos clientes, e poder participar do processo da transformação digital de todas suas operações agrícolas e industriais por meio da conectividade 4G, na qual somos líderes no mercado”, afirma Alexandre Dal Forno, Diretor de Desenvolvimento de Mercado IoT & 5G da TIM Brasil.

Para a realização do projeto, serão instaladas cinco novas antenas nas regiões de atuação da usina e a readequação de outras já ativas nas proximidades de Jaboticabal e Pereira Barreto. Será usado a rede de frequência 700 MHz, que já é disponibilizada pela TIM em mais de 4.600 municípios em todo o país, conectando máquinas, sensores e pessoas em todas as áreas produtivas da usina.

O contrato é parte da iniciativa 4G da TIM no campo, onde a operadora busca clientes e parceiros para construir rede em área rural produtiva Brasil afora, segundo Alexandre Dal Forno, Diretor de Desenvolvimento de Mercado IoT & 5G da operadora.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários