20/07/2024

Municípios do Rio de Janeiro querem criar projetos para democratizar acesso à internet

Assunto foi debatido durante Workshop sobre Políticas Públicas e Sociais de Acesso à Internet do Norte e Noroeste Fluminense.

Nesta quinta-feira (27), ocorreu o I Workshop sobre Políticas Públicas e Sociais de Acesso à Internet do Norte e Noroeste Fluminense, ocorrido no Campus do Instituto Federal Fluminense (IFF) de Bom Jesus do Itabapoana. No evento, um grupo de municípios do Rio de Janeiro anunciou o início de um processo para desenvolver projetos conjuntos com foco na democratização do acesso à internet.

No encontro, o secretário executivo do CIDENNF, Vinícius Viana, disse que o consórcio vai criar uma câmara técnica para debater ações e desenvolver projetos com foco na democracia do acesso à internet. “Este é um tema muito importante para a nossa região, que inclusive já está sendo discutido por toda a bancada do estado do Rio em Brasília“, disse.

Ele fala do Projeto de Lei 1.938/2022, de autoria do deputado federal Orlando Silva (PCdoB), que institui a Política de Inclusão Digital nos Municípios, que caso seja aprovada no Congresso Nacional e transformado em lei federal, garantirá a municípios de todo o Brasil financiamento para projetos de inclusão digital a partir do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust).

O presidente do IBEBrasil, Marcelo Saldanha, afirma que a inclusão digital fomentará a economia dos municípios do estado, que tem na pecuária uma de suas principais fontes de renda. “A internet permitirá que toda a população tenha acesso às facilidades do mundo digital, como educação a distância, comércio online, acesso à informação, abertura de novos canais com o poder público, acesso ao governo eletrônico e muitos outros benefícios, contribuindo para a redução das desigualdades sociais“, disse.

“É vital que o poder público se aproprie dessa pauta e, através de arranjos e parcerias com todos os setores da sociedade, faça o ordenamento dessa política em seu território para atingir a universalização do acesso à internet”, completa.

No workshop também foi debatido a importância de parcerias com provedores locais, que possibilitará levar a fibra óptica a localidades sem internet, por meio das chamadas redes comunitárias.

O evento foi promovido pelo Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (CIDENNF) e pelo Instituto Bem-Estar Brasil (IBEBrasil), com apoio do IFF, Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Populares (ITEP.UENF) e prefeitura local.

Participaram do evento representantes dos municípios de Bom Jesus do Itabapoana, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, Itaperuna, Macaé, Porciúncula, Quissamã, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana e São João da Barra.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários