TIM confirma repasse da baixa do ICMS para clientes controle e pós

De acordo com o CEO da operadora, Alberto Griselli, para não mexer no formato do plano pré-pago, não haverá repasse para esses clientes.

Durante conferência dos resultados financeiros do segundo trimestre deste ano nesta terça-feira (2), o CEO da TIM, Alberto Griselli, afirmou que nas próximas semanas, a operadora irá realizar o repasse para os clientes dos planos controle e pós-pago a redução ocorrida na alíquota do ICMS determinada pela lei 194/22.

Para os clientes pré-pago, ele afirmou que não haverá repasse, mas receberão uma bonificação de 1 GB de dados para aqueles que realizarem recargas.

“Nosso pré-pago é muito fácil de entender: por R$ 15 o cliente faz uma recarga para usar o celular por 15 dias. Para não mexer neste formato, decidimos entregar 1 GB adicional de dados por recarga”.

Já para os clientes controle e pós, a redução será proporcional a baixa determinada em cada estado. Conforme a lei, os serviços de telecomunicações passaram a ser taxados como serviços essenciais, não podendo mais ser taxado como supérfluo. Com isso, a depender de cada estado, a alíquota incidente sobre esses serviços deve ficar entre 17% e 18%. Antes tinha estados que cobravam até 35% do imposto sobre o setor.

Para o executivo, a redução do ICMS trará resultados positivos para a operadora. “Ao reduzir o preço de controle e pós, vamos atrair mais clientes para estes planos”, observou. Griselli não revelou quais seriam os novos preços, mas disse que serão detalhados nos próximos dias.

Alberto Griselli também afirmou que o desconto do ICMS será aplicado para os clientes da operadora, incluindo aqueles que pertenciam à Oi Móvel e foram migrados para a TIM.

Durante sua apresentação, ele também falou sobre o processo de integração desses clientes Oi e dos ativos adquiridos, afirmando que a primeira fase, que era permitir o uso da rede da TIM para os usuários da Oi, foi concluída na metade do tempo que era previsto, um mês e meio.

Com testes realizados em Brasília (DF), a empresa afirmou que com a incorporação do espectro da Oi, todos os clientes tiveram ganho médio de 60% na velocidade de navegação, enquanto que os usuários da Oi sentiram melhoria de 83% na velocidade de download. De abril a julho, o tráfego 4G de dados aumentou 29%. E a quantidade de usuários de dados cresceu 45%.

O executivo explica também que em setembro serão migrados os clientes Oi para sua base, em ondas. Primeiro serão migrados os pré-pagos e controle, e depois os pós. “Todos os 16 milhões de clientes serão completamente migrados até o fim do primeiro trimestre de 2023”, concluiu.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x