23/06/2024

Ciro Gomes promete criar a Internet do Povo; saiba do que se trata

Confira a postagem do candidato à presidência do Brasil que divulgou um vídeo com algumas informações sobre o projeto de seu governo.

Em uma postagem realizada na rede social Twitter, Ciro Gomes, um dos candidatos à presidência da República do Brasil, divulgou uma proposta de governo caso seja eleito presidente do país. Em um vídeo de 31 segundos, o candidato afirma que dará a melhor internet para os pobres, por meio da criação da Internet do Povo.

Em sua propaganda, Ciro Gomes diz que seu projeto envolverá três grandes ações. Segundo ele, a Internet do Povo irá financiar a compras de smartphones em 36 prestações sem juros, instalar pontos de wifi gratuito em áreas comunitárias das maiores cidades brasileiras e oferecer cursos gratuitos para a formação de técnico em informática, youtubers e gamers.

Alguém já disse que a internet é a nova eletricidade. Sem ela, não há como se manter minimamente sintonizado com as atuais exigências do mercado de trabalho, da educação, da vida“, diz o candidato na sua plataforma de governo.

“Nosso projeto, que visa inclusão, geração de emprego e diminuição das desigualdades, tem três metas principais: 1) smartphones em 36x sem juros; 2) redes wi-fi; 3) cursos gratuitos!”, fala o candidato em outra postagem.

Entre as promessas do candidato também está a criação de um fundo para investimento em infraestrutura, contemplando áreas de transportes, saneamento, telecomunicações, energia e logística, sem especificar se haveria substituição dos atuais fundos setoriais.

Ciro Gomes também se compromete com os serviços de streaming e promete regular o setor, assim como tem sido feito na Europa, investimentos na produção local independente.

“A exemplo do que já vem sendo feito na Europa, vamos regular os serviços de streaming de forma a garantir o investimento obrigatório na produção local independente e visibilidade a esses conteúdos nas plataformas”, promete Gomes.

Além disso, também faz parte das promessas do candidato a recriação do Ministério da Cultura (MinC), para que seja elevado o orçamento para a cultura e aumentar a capacidade de regulação da Ancine, que deverá atuar como regulador do mercado audiovisual no Brasil e “não apenas como órgão fomentador para a respectiva indústria“.

Confira o tweet:

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários