Starlink Marítima, novo serviço da SpaceX para embarcações

Empresa do bilionário Elon Musk foi liberada pela FCC para lançar seu serviço de internet via satélite em navios, aviões e/ou barcos.

Com a aprovação da Comissão Federal de Comunicações (FCC / Federal Communications Commission), a Starlink está liberada para lançar seu serviço de internet via satélite em navios, aviões e/ou barcos, cujo kit (com duas antenas) será comercializado por US$ 10 mil, cerca de R$ 52 mil, sendo que terá uma mensalidade de US$ 5 mil, o equivalente a ~R$ 26 mil.

A Starlink Marítima é um serviço direcionado para um segmento muito específico, com consumidores que estão dispostos a pagar mais, o que é bem explícito no valor do serviço, conforme as peculiaridades envolvidas.

De acordo com o CEO da SpaceX, Elon Musk, um dos motivos do serviço marítimo ter um custo elevado são os componentes que são reforçados para aguentar as mais diversas condições, como tempestades, ventos extremos e outros problemas.

O bilionário também complementa o argumento, afirmando que “a SpaceX pagava US$ 150 mil mensalmente (~ R$ 788 mil) por uma conexão muito inferior em seus navios”. Embora seja um valor elevado, a proposta é torná-la mais barata e com velocidade mais rápida do que outras alternativas similares.

Por enquanto, a Starlink Marítima ainda encontra algumas limitações de disponibilidade do serviço de internet via satélite, pois mesmo que em sua página oficial afirme que “possibilita a conexão de Internet nos lugares mais remotos do mundo”, atualmente funcionadas nos seguintes locais: costa dos Estados Unidos (excluindo o Alasca), Europa (com exceção de boa parte da Noruega, Suécia e Finlândia), Austrália, Brasil, Chile, um trecho considerável do sul da Austrália e na Nova Zelândia.

Segundo o Tecnoblog.net, por enquanto, a internet marítima da Starlink só funciona em áreas costeiras, sendo que no modelo atual, cada satélite precisa se comunicar com uma estação terrestre. Dessa forma, o usuário não pode estar a mais de 800 km de uma dessas estações. No entanto, a expectativa é que a empresa amplie sua cobertura ainda neste ano.

SourceTecnoblog
Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x