Motivos para Você Usar seus Dados Móveis ao invés de uma Rede Pública de Wi-Fi

Veja por quais motivos as redes públicas de Wi-Fi são mais vulneráveis, como se proteger de ataques e manter suas informações a salvo.

Na era dos cibercrimes, redes públicas de Wi-Fi não são tão boas quanto você pode pensar. Na verdade, elas são muito mais vulneráveis e suscetíveis a uma série de ataques que colocam suas informações em risco, além da integridade do seu dispositivo e de tudo o que você faz através dele.

Mas, se ainda assim você quiser usar estas redes ou não houver outra opção, você pode adotar algumas medidas de segurança (como fazer o download de uma boa VPN, por exemplo).

Hackers adoram redes públicas de Wi-Fi

Nós separamos uma lista de razões para você dar preferência aos dados móveis quando precisar de conectividade no seu dispositivo móvel e dar adeus às redes públicas de Wi-Fi.

A primeira delas é que hackers amam redes públicas de Wi-Fi. Afinal, eles podem configurar hotspots maliciosos  e roubar dados pessoais de vítimas, além de uma série de outros crimes cibernéticos.

Nestas redes, cibercriminosos têm o ambiente perfeito para encontrar mais vítimas e ter mais sucesso nos ataques e golpes que praticam.

Entre os tipos de ataques que eles realizam, podemos listar as principais categorias:

Man-in-the-middle

Neste tipo de ataque, hackers conseguem “interceptar” o fluxo de dados em um certo app, serviço ou website. Isto compromete a privacidade da vítima e expõe uma série de informações e atividades pessoais.

Injeções de malware

Cibercriminosos criam redes falsas de Wi-Fi. Quando alguém se conecta a estas redes controladas por hackers, todas as comunicações da vítima ficam expostas aos hackers através de injeção de malware (programas ou códigos maliciosos) no dispositivo atacado graças a malware que eles colocam no aparelho da vítima.

Phishing

Hackers também usam ataques de phishing para roubar dados das vítimas através de websites falsos, links contaminados, arquivos e até apps infectados. Quando a vítima cai nestas páginas ou baixa qualquer aplicativo estranho, acaba informando dados pessoais que são roubados pelos criminosos.

Ransomware

Outro tipo de ameaça são os ataques de ransomware, quando hackers usam vírus e outros mecanismos que bloqueiam o acesso da vítima aos próprios arquivos (ou ao dispositivo inteiro), “sequestrando-os” e exigindo pagamentos para devolver os dados sequestrados.

Excesso de pessoas conectadas

Um dos principais elementos que tornam estas redes mais vulneráveis é a quantidade de pessoas que se conectam simultaneamente a elas. Com dezenas, centenas ou até milhares de pessoas conectadas em uma única rede, é praticamente impossível saber se todas elas são usuários legítimos ou pessoas com más intenções.

Suas informações e atividades ficam expostas

Hackers mais habilidosos só precisam de alguns minutos para invadir dispositivos conectados nestas redes e monitorar, roubar dados e fazer alterações sem que a vítima sequer suspeite de absolutamente nada.

Não existe confidencialidade, privacidade nem segurança neste tipo de conexão e é quase certo que há alguém mal-intencionado só esperando por uma oportunidade para aplicar golpes.

Elas não exigem autenticação

A maioria das redes públicas de Wi-Fi não possui nenhuma camada de segurança ou qualquer tipo de autenticação, como exigência de cadastro com nome de usuário e senha. Ao contrário, é só se conectar e pronto.

Como se proteger

Há várias formas de se proteger contra ameaças cibernéticas não só em redes públicas e abertas de Wi-Fi, mas em qualquer tipo de conexão:

  • Evite usar redes públicas de Wi-Fi: a primeira dica é a mais óbvia e simples. Estas redes não são confiáveis e a melhor coisa é não se conectar a elas.
  • Verifique a rede antes de se conectar: se a primeira dica não for viável, você precisar se conectar e não houver outro jeito, a solução é verificar se a rede é confiável para evitar cair em pontos de conexão criados por hackers (mesmo que você esteja em um restaurante, café ou hotel).
  • Use uma VPN: usar um bom software VPN ajuda a melhorar sua privacidade e segurança, criptografando fluxo de informações na sua conexão. Há várias opções de VPN para download e elas ajudam a manter sua segurança até mesmo em redes públicas de Wi-Fi.
  • Desative a conexão por Wi-Fi: outra ótima dica é desabilitar a opção de Wi-Fi no seu celular para evitar qualquer conexão com redes abertas e públicas.
  • Não entre em apps e plataformas sensíveis: se precisar usar uma conexão deste tipo, evite entrar em suas redes sociais, apps bancários e outras contas sensíveis. Afinal, nunca se sabe quem pode estar de olho no que você faz ao usar este tipo de conexão.
  • Ative as verificações em dois fatores: sempre ative a verificação de dois fatores nas suas contas e apps.

Os riscos não compensam a praticidade

Redes públicas de Wi-Fi são acessíveis e práticas de se usar, principalmente quando você não tem outras opções. Mas, em geral, são extremamente vulneráveis e arriscadas e esta facilidade não compensa os perigos envolvidos no uso deste tipo de rede. É muito mais seguro usar os dados móveis do seu aparelho e evitar ao máximo este tipo de rede. E adotar as dicas de segurança passadas neste artigo (como procurar uma boa VPN para download) pode ajudar muito a reduzir ameaças virtuais quando você usar redes públicas de Wi-Fi, ou até mesmo sua rede corporativa ou doméstica.

Redação Minha Operadora
Redação Minha Operadora
O mais acessado site de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil. Mais de 17 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas vistas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x