29/06/2022

Smartphones da Apple foram os mais vendidos em abril, segundo Counterpoint

Segundo levantamento da agência, do top 10, celulares da empresa de Tim Cook ocupam cinco posições; confira o ranking completo.

De acordo com levantamento da agência Counterpoint Research, dos dez modelos de smartphones mais vendidos do mês de abril, cinco são da Apple. O ranking tem como líder o iPhone 13 padrão, alcançando 5,5% da fatia de mercado durante o mês de apuração. O aparelho ainda possui grandes índices de vendas, embora tenha sido lançado há mais de oito meses.

Na sequência do ranking vem o iPhone 13 Pro Max com 3,4% da fatia do mercado e o iPhone 13 Pro com 1,8%. Curiosamente, o iPhone 13 Mini não aparece no top 10 da lista, sendo superado por outros dois modelos da empresa de Tim Cook. Lembrando que o modelo mais compacto a linha ano ganhará nova geração este ano.

Na quarta posição fica o iPhone 12, lançado em 2020, que mesmo tendo mais de dois anos de lançamento ainda tem vendas sólidas. Em seguida vem o iPhone SE, de 2022, que teve um dos maiores níveis dos populares em mercados específicos, como no Japão, chegando a ter 18% da fatia de mercado.

No ranking, a Samsung consegue ocupar quatro posições, sendo que o modelo mais popular fica apenas na quinta colocação geral. Trata-se do Galaxy S22 Ultra, modelo flagship que concorre diretamente com o iPhone 13 Pro Max em preço e características.

A fabricante sul-coreana também consegue manter seus sucesso entre os aparelhos intermediários com a linha Galaxy A, onde o Galaxy A13 4G mantém as altas vendas do Galaxy A12, e mais de 50% das unidades que são comercializadas são exportadas para a Índia e América Latina.

Além disso, o Galaxy A03, como modelo de entrada, foi o mais vendido em abril. novamente, o smartphone possui suas comercialização elevadas por causa dos países emergentes. O Galaxy A53 também tem boas vendas. A Samsung costuma lançar mais modelos de smartphone, diferente da Apple que possui poucos modelos no comparativo.

Na última colocação ficou o Redmi Note 11 LTE, da Xiaomi. Embora tenha popularidade na América Latina, a empresa ainda é afetada pela crise de condutores, causando redução das vendas em cerca de 25%, no comparativo ao mesmo mês do ano passado.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x
POCO F4 / POCO X4 GT no AliExpress