03/07/2022

B3 já conta com mais de 15 milhões de investidores

A bolsa de valores brasileira atingiu o recorde de contas de investidores registradas, o que tem aumentado a popularidade do mercado de investimentos.

A bolsa de valores brasileira atingiu, neste ano, o recorde de contas de investidores registradas. Desde o ano passado esse número vem crescendo, e a popularidade do mercado de investimentos entre os brasileiros tem aumentado. Hoje, já são mais de 5 milhões de investidores em renda variável e mais de 10 milhões de investidores em renda fixa na B3 (Bolsa de Valores do Brasil).

Um dos tipos de investimento mais populares são os CFDs, que significam “contratos por diferença”. O CFD é um produto financeiro que permite o investimento em ações, forex, commodities e outros ativos. Com um CFD é possível comprar e vender um ativo financeiro sem possuí-lo de fato. O contrato permite que você opere e receba os lucros da negociação. Essa praticidade, acessibilidade e versatilidade são o que tornam os CFDs populares.

De olho nas ações

Os CFDs de ações estão entre os mais conhecidos mundialmente. Grandes empresas estão sempre buscando atrair cada vez mais investimentos. Quando o Facebook se transformou em Meta, por exemplo, o primeiro grande objetivo era justamente atrair mais investidores para a empresa.

A venda de ações possibilita o crescimento mais acelerado de uma empresa e, ao mesmo tempo, a compra de ações faz com que o investidor consiga a rentabilidade do seu dinheiro aplicado. Para a economia esse movimento é ótimo, uma vez que impede uma possível estagnação.

A partir desses investimentos, algumas empresas podem avançar para outros setores e se posicionar diante dos concorrentes de maneira mais efetiva. É o caso da Google, que está investindo milhões de dólares em um aplicativo concorrente do popular TikTok. A empresa já lidera no mercado como plataforma de buscas — com esse investimento, pode se posicionar também no setor de aplicativos de vídeos.

Outros investimentos

Além das ações e CFDs de ações, outro ativo muito importante, principalmente para o Brasil, são as commodities. O Brasil é um grande produtor de diversas commodities, como petróleo, soja, café e outros, por isso a economia do país é diretamente afetada pela oscilação de valor desses ativos. Mais de 6% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro é representado por essas matérias-primas.

Recentemente, as commodities tiveram nova alta de preços. Isso fez com que o FMI (Fundo Monetário Internacional) aumentasse a previsão de crescimento para 2022 do PIB brasileiro de 0,3% para 0,8%. Essa alta de preços foi uma das grandes responsáveis pelo aumento do número de investidores na bolsa de valores.

A modalidade mais comum de investimento nesses ativos é através dos CFDs, e aqui entra a questão da praticidade mencionada mais acima. Imagine investir em café, ter em mãos as sacas compradas e depois ter de entregá-las ao comprador com quem você as negociou – são os CFDs de commodities que tornam esse mercado tão movimentado, prático e fluido.

As criptomoedas também são ativos financeiros populares nos investimentos, além do forex, títulos públicos, títulos privados, fundos de investimentos, índices bolsistas, ETFs (Exchange Traded Funds) e títulos do Tesouro. As opções são as mais variadas possíveis.

As plataformas de corretoras especializadas nesse mercado oferecem, ainda, materiais de estudo para novos investidores. Portanto, se deseja se juntar aos milhões de brasileiros que entraram no mundo dos investimentos, é aconselhado que você mergulhe nesses materiais e aprenda tudo o que puder sobre o assunto.

Redação Minha Operadora
Redação Minha Operadora
O mais acessado site de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil. Mais de 17 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas vistas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x