29/06/2022

Amos Genish assume a presidência da V.tal; confira a equipe completa

Oi passa a ser um cliente relevante e acionista minoritário, mas sem qualquer participação na gestão direta da companhia.

Agora que o processo de venda da V.tal padrão fundos geridos pelo banco BTG Pactual já foi finalizado, a maior empresa de infraestrutura de fibra óptica do país e pioneira no modelo de rede neutra fim a fim com atuação nacional anuncia sua nova estrutura executiva que terá Amos Genish como Presidente Executivo do Conselho de Administração, assumindo também inicialmente a função de CEO.

Com a conclusão do processo de transferência de participação de controle para a Globenet e os fundos de investimento do BTG Pactual, sendo esse segundo o responsável pela gestão da rede neutra. Dessa forma, a Oi passa a ser um cliente relevante e acionista minoritário, mas sem qualquer participação na gestão direta da companhia e com as mesmas condições comerciais dos demais clientes.

O executivo Amos Genish, fundador da GVT e passou uns anos como presidente da Telefônica Vivo, assume como CEO e Presidente Executivo do Conselho de Administração neste momento de consolidação do modelo de negócio e definição de estratégias da empresa.

“A V.tal possui dois grandes diferenciais competitivos: sua extensa rede neutra de fibra ótica de cerca de 400 mil quilômetros, presente em mais de 2.300 cidades do país, para atuar como infraestrutura de conectividade para o mercado de atacado e o seu posicionamento único de rede neutra fim a fim para FTTH, presente em todas as regiões do Brasil, com cobertura já disponível para contratação em mais de 16 milhões de endereços (home passed). Vamos investir para dobrar nossa cobertura de FTTH chegando a 34 milhões de endereços em 4 anos e alavancar os negócios das operadoras e dos provedores, ofertando uma internet de alta qualidade e contribuindo com a digitalização mais rápida de toda a sociedade”, afirma Amos Genish.

A V.tal terá as melhores práticas de governança que serão garantidas, entre outros, por um Comitê de Neutralidade. O Comitê se reportará ao Conselho de Administração da empresa e será composto por três membros independentes.

Suas principais competências serão resguardar o caráter confidencial de informações comerciais sobre os clientes e propor diretrizes estratégicas para a governança corporativa em assuntos relacionados à neutralidade das operações, além de acompanhar a adoção de práticas comerciais e operacionais neutras e não-discriminatórias de acordo com as melhores práticas de mercado e seguindo as normas e regulações da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A diretoria executiva de C-level (ou de primeiro nível) da V.tal será composta por 11 áreas, que serão lideradas pelos executivos: Pedro Arakawa (Negócios de Infra para Varejo), Bento Louro (Negócios de Wholesale), José Cláudio Gonçalves “Naval” (Novos Negócios & Inovação), Marcelo Souza (Operações), Cícero Olivieri (Engenharia), Sandro Simas (Tecnologia), José Miguel Vilela (Finanças), Eduardo Silveira (Estratégia), Marcelo Del Vigna (Jurídico), Maria Cláudia Cunha (Governança, Risco e Compliance) e Anna Karla Ribeiro (Pessoas & Cultura), todas se reportando ao CEO.

Atualmente, a V.tal possui mais de 3 mil colaboradores diretos em todo o Brasil e tem sede em São Paulo, no bairro da Vila Olímpia, escritório no Rio de Janeiro e possui planos de expandir para ter bases em outras capitais do Brasil.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x
POCO F4 / POCO X4 GT no AliExpress