21/05/2022

Faturamento TIC da Algar Telecom cresce 230% em quatro anos

Receita bruta da empresa saltou de R$ 78,4 milhões em 2018 para R$ 258,8 milhões no consolidado em 2021; saiba detalhes.

De acordo com dados divulgados pela Algar Telecom, a empresa registrou um crescimento de 230% nos últimos quatros anos no faturamento com soluções de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Em 2021, a receita bruta saltou para R$ 258,8 milhões no consolidado ante R$ 78,4 milhões em 2018.

A receita bruta total da empresa passou de R$ 2..703 bilhões em 2018 para R$ 3.326 bilhões em 2021, um crescimento de 23%. Isto quer dizer que as soluções de TIC representam hoje quase 8% do faturamento de telecomunicações e TI do Grupo Algar. Em média, o faturamento TIC está crescendo 50% anos após ano.

Segundo a Algar Telecom, esses números são resultados da estratégia da empresa que vai além de voz e dados para inovar e evoluir seu portfólio, com a intenção de se tornar uma empresa de soluções integradas em TI e telecom para o mercado B2B, atendendo pequenas a grandes empresas de diferentes segmentos de atuação no mercado.

A empresa afirma que esse movimento começou de forma tímida em 2012, quando passou a oferecer serviço de gestão de segurança de links de internet para empresas. Dois anos depois, o primeiro produto mais disruptivo foi lançado – o serviço de Cloud.

Guilherme Rela, líder da Estação Algar Telecom, conta que a empresa viu suas receitas serem ameaçadas com a transformação digital e decidiu intensificar sua participação no segmento das TIC.

“Há cerca de 6 anos, porém, a necessidade de transformação digital começou a ser ainda mais evidente, pois estávamos começando a sentir os impactos do alto consumo de dados gerados pelas OTT´s, ao mesmo tempo em que o preço de soluções tradicionais de Telecom estava caindo. Era um momento de ameaça de nossas receitas e foi a partir daí que a Algar Telecom viu a oportunidade de intensificar sua jornada TIC com o objetivo de evoluir e inovar seu portfólio de telecom”.

Depois que a Algar Telecom inaugurou o centro de inovação Brain, em 2017, além de gerar soluções em torno do core business de voz e dados, a empresa começou a desenvolver soluções, serviços e modelos de negócios voltados para simplificar o dia a dia das empresas.

“Nosso mercado vem se transformando de forma ainda mais acelerada desde o início da pandemia. Com isso, entendemos que agora precisamos dar um novo salto, o que envolve avaliar de maneira ainda mais profunda como podemos ajudar as empresas a se transformarem. Entendemos que as empresas não estão preparadas para fazer a transformação digital sozinhas e que vão precisar de provedores de serviços para ajudá-las nesse caminho. Queremos, portanto, nos posicionar como consultores e parceiros fim a fim desses clientes. A proposta é, portanto, cada vez mais entregar soluções completas para que as empresas possam de fato se concentrar em seu core business, sem precisar se preocuparem com a tecnologia, que é o nosso core”, acrescenta o executivo.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários