21/05/2022

Garoto-propaganda da Oi, Marcos Mion aparece em documento da TIM e revela: “Estagiário”

Marcos Mion mudou para a TIM? Famoso falou sobre o assunto nas suas redes sociais. Veja o que mais a TIM ganha com a compra da Oi Móvel.

O apresentador Marcos Mion, 42, até então embaixador da operadora Oi, apareceu neste domingo (24) em um PDF liberado pelo departamento de Relações com Investidores da TIM Brasil. No documento, cujo título é “Oi Closing”, a imagem de Mion está na capa.

Nesta segunda-feira (25), a TIM Brasil anunciou oficialmente a entrada de Marcos Mion como novo embaixador da marca. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o apresentador diz que entra como “estagiário de embaixador” na operadora e que vai levar um tempo até aprender a falar com propriedade sobre as características da TIM. Confira:

No seus perfis pessoais no Facebook (8,7 milhões de seguidores), Instagram (17,1 milhões de seguidores) e Twitter (13,8 milhões de seguidores), Mion brincou que fez a “portabilidade” para a TIM, incentivando os fãs a fazerem o mesmo.

Marcos Mion atualmente comanda o programa Caldeirão, nas tardes de sábado da TV Globo, depois de uma longa temporada (11 anos) na Record TV. As campanhas para a TIM chegarão em breve até o programa dele, por meio de merchandising.

Marcos Mion levanta um celular que traz a oferta na tela.
Marcos Mion em campanha de divulgação do Pós da Oi. Apresentador agora migra para a operadora TIM.

A cantora Iza está mantida no casting de garotos-propaganda da TIM, que já teve nomes como Simone e Simaria, Ludmilla, Luan Santana, Luciano Huck, Rodrigo Lombardi, Fábio Porchat, Danni Suzuki e Rodrigo Hilbert.

O que a TIM ganha com a compra da Oi Móvel

A TIM Brasil será a mais impactada positivamente com a compra da Oi Móvel. Ao todo, a operadora italiana vai absorver 16,4 milhões de clientes adicionais, sendo que 44% desses são usuários de planos pós-pagos.

E tem mais: a cobertura e força de sinal da TIM vai ganhar o reforço de 2,8 mil antenas e mais 49 MHz de espectro em quatro bandas – 900 MHz, 1,8 GHz, 2,1 GHz e 2,6 GHz. Uma estrutura necessária para conseguir dar conta de 40% da base de celulares da Oi.

No documento emitido ontem para os acionistas (baixe aqui), a TIM afirma estar pagando R$ 6.98 bilhões pela parte que lhe cabe na Oi Móvel. A companhia estima uma geração de valor global entre 16 e 19 bilhões de reais vindo de sinergias comerciais de infraestrutura.

Já a participação de mercado da TIM Brasil deve sair dos atuais 20% de market share para uma fatia de 27% com a chegada dos clientes Oi.

Vagner Santos
Vagner Santos
Entusiasta de Telecomunicações. Fundador do Minha Operadora, hoje um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecom do Brasil e do mundo. Mais de 16 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários