03/07/2022

Apple recusará reparos em iPhones registrados como ‘perdido’ ou ‘roubado’; entenda

Além do recurso interno ‘Find My iPhone', a empresa também usará o banco de dados global registrado no GSMA Device Registry.

Nesta segunda-feira (28), a Apple veiculou um memorando afirmando que os aparelhos que estiverem registro de ser furtado, roubado ou perdido no GSMA Device Registry, caso precisem de reparos, os técnicos da empresa serão instruídos a negarem o conserto. A ideia da empresa é ajudar na redução do número de iPhones roubados levados para reparos.

A iniciativa faz parte da política da Apple em não fornecer serviços de reparos para dispositivo perdido ou roubado, que já era colocado em prática com o recurso Find My iPhone. Agora, a ação foi expandida para o GSMA.

O ‘Find My iPhone’ é um recursos da Apple integrado aos smartphones da marca que pode localizar dispositivos perdidos, desativá-los e até apagá-los completamente. Com o recurso, o aparelho pode ser bloqueado, deixando-o inútil para o uso de qualquer pessoa além do próprio dono.

Segundo o memorando interno enviado para os funcionários da Apple Store e aos provedores de serviços autorizados da empresa, a partir de agora, antes de fornecer qualquer reparos a um dispositivo Apple, será verificado no banco de dados GSMA Device Registry se há registro de perda ou roubo do aparelho. Se os sistemas internos apontarem que o produto foi perdido, roubado ou furtado, os técnicos devem reiterar o reparo.

O GSMA Device Registry se trata de um banco de dados global, que permite que donos de aparelhos celulares registrem eventos como, perda, fraude, roubo ou indiquem que o smartphone está sujeito a um plano de pagamento. Com o IMEI do telefone, as empresas com acesso a esta plataforma podem verificar facilmente se um dispositivo foi atribuído a alguma dessas categorias. Cada smartphone possui seu número IMEI exclusivo, que pode ser encontrado no aplicativo Configurações em Geral > Sobre do iPhone.

A nova política da Apple visa impedir que iPhones roubados sejam substituídos por novos se eles nunca tiverem o Find My ativado antes. No entanto, não muda para aqueles dispositivos que tiverem com o recurso ativado, já que a empresa já nega serviços de reparo para dispositivos bloqueados.

Vale ressaltar que a Apple pode aceitar a fatura do seu dispositivo como comprovante de compra para consertar ou substituir o aparelho, caso o usuário tenha perdido o ID Apple.

Source9to5mac
Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x