25/02/2024

Coletivo Anonymous tira site do governo da Rússia do ar

Grupo Hacker declarou ‘guerra cibernética' contra o governo russo, mas também afirma que ações não são pró Estados Unidos; entenda o caso.

Na semana passada, exatamente na quinta-feira (24), por meio de uma de suas contas no Twitter, o grupo hacker Anonymous declarou ‘guerra cibernética’ contra o governo russo, após o país fazer ataques e invadir ofensivamente o território da Ucrânia, em uma crise geopolítica que preocupa a todos. Nessa ocasião, o coletivo hacker afirmou ser autor de um ataque ao site de notícias em inglês RT, chamado de Russia Today.

Tal site de notícias é mantido financeiramente pelo governo russo, sendo que seu conteúdo é voltado para disseminar a de informações sobre o país ao público externo, mas que possui viés editorial totalmente parcial e favorável às ações militares de Putin, argumentando que se trata apenas de defesa.

De acordo com a agência RIA Novosti, o ataque hacker do Grupo Anonymous ao site de notícias foi do tipo DDoS e desacelerou também diversos domínios oficiais ligados ao governo russo, além de deixar alguns offline por “períodos de tempo prolongados”.

“Nós, como grupo, queremos apenas paz no mundo. Queremos um futuro para toda a humanidade. Portanto, queremos que entendam que isto é inteiramente direcionado às ações do governo russo e de Putin”, disse uma publicação do grupo.

Já na sexta-feira (25), a parte brasileira do Anonymous no Brasil #Etersec anunciou seu apoio ao ataque contra os sites da Rússia. No entanto, o grupo também ressaltou que as ações não significam que eles estão apoiando a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

“Diversas células estão realizando ataques contra sites governamentais russos, em protesto à invasão da Ucrânia. Apoiamos esta posição. Retaliar a invasão imperialista russa não significa um apoio nosso à OTAN, que é uma ferramenta de outra potência igualmente imperialista, dizia o twitter.

Vale ressaltar que o grupo hacker Anonymous possui várias células espalhadas pelo mundo, mas que podem assumir posicionamentos diferentes. No entanto, a maioria está, no momento, contra as ações do governo russo e estadunidense.

Confira os tweets dos grupos.

3 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários