Início5GAT&T e Verizon rejeitam pedido de adiamento do lançamento 5G nos EUA

AT&T e Verizon rejeitam pedido de adiamento do lançamento 5G nos EUA

Marcado para 5 de janeiro, o lançamento da tecnologia já foi adiado, uma vez que originalmente deveria ser implementado em 5 de dezembro.

As empresas AT&T e da Verizon Communications rejeitaram a solicitação realizada pelo secretário de Transportes nos EUA, Pete Buttigiege, e pelo chefe da FAA (sigla em inglês para Administração Federal de Aviação), Steve Dickson, sobre o lançamento do 5G. Por meio de carta, os solicitantes pediram às duas empresas o adiamento da introdução planejada da tecnologia no dia 5 de janeiro.

Pete Buttigiege e Steve Dickson pediram adiamento “por um curto período adicional de não mais de duas semanas”, devido a preocupações com a segurança da aviação. Eles basearam a solicitação havendo graves impactos nas viagens aéreas, caso o lançamento do 5G realmente gerasse problemas técnicos.

Na carta, Buttigieg e Dickson afirmam para as empresas que o 5G poderá ser lançado “conforme planejado em janeiro, com algumas exceções em aeroportos prioritários”. As autoridades dizem que sua prioridade tem sido “proteger a segurança dos voos, garantindo que a implantação do 5G e as operações de aviação possam coexistir

No domingo (2), a AT&T e da Verizon Communications, por meio de carta conjunta, responderam afirmando que não irão implantar o 5G nos aeroportos por seis meses, mas rejeitaram qualquer limitação mais ampla no uso do espectro da banda C. Segundo as empresas, a proposta do Departamento de Transportes seria “uma abdicação irresponsável do controle operacional necessário para implantar redes de comunicação de classe mundial e globalmente competitivas”.


LEIA TAMBÉM:

–> Boeing e Airbus Americas pedem o adiamento da implementação do 5G nos EUA

–> Anatel e Embraer analisarão possível interferência do 5G em aviões no Brasil

–> Coalizão do setor de aeronaves nos EUA solicita o atraso do lançamento do 5G

Originalmente, o lançamento estava marcado para acontecer no dia 5 de dezembro de 2021, mas após as empresas de aviação Airbus e Boeing levantarem preocupações sobre a possível interferência do 5G nos dispositivos que medem a altitude dos aviões, o lançamento foi adiado para o dia 5 de janeiro de 2022, pois as duas tecnologias usam a mesma faixa de frequência..

SourcePower 360
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários