AT&T acumula prejuízo bilionário no último trimestre

COMPARTILHAR:

Operação na América Latina e Brasil contribuiu para o resultado negativo do conglomerado.

Durante a divulgação de resultados, a AT&T anunciou que registrou um prejuízo de US$ 13,5 bilhões (R$ 73,45 bilhões na cotação atual) no quarto trimestre de 2020.

A receita do conglomerado no período foi de US$ 45,7 bilhões (R$ 248,64 bilhões), queda de 2,4% na comparação anual.

No ano de 2020, a AT&T faturou US$ 171,8 bilhões (R$ 934,97 bilhões), valor 5,2% menor que em 2019.

Contribuiu para o resultado ruim da empresa o fraco desempenho da subsidiária Vrio, que explora o serviço de TV Paga por meio da DirecTV na América Latina e SKY no Brasil.

VIU ISSO?

–> DirecTV deve ser vendida por mais de US$ 15 bilhões

–> AT&T/Warner quer criar streaming grátis nos moldes da Pluto TV

–> Pacotes ‘baratos’ de TV por assinatura podem ser extintos

A Vrio registrou receitas de US$ 1,5 bilhão (R$ 8,16 bilhões) no último trimestre de 2020, 14,8% menos que no mesmo período de 2019.

De acordo com a AT&T, a pandemia da Covid-19 e desvalorização cambial na América Latina contribuíram para a forte queda nos números.

A subsidiária terminou 2020 com 10,9 milhões de clientes de TV por assinatura e plataformas de streaming, perda de 2,4 milhões de assinantes.

Deste total, 2,2 milhões de assinantes eram da Venezuela, depois que a empresa encerrou as suas operações no país, em maio passado.

Com informações de Telesíntese.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários