Abrint notifica Anatel sobre localidades que já contam com backhaul de fibra

Pensando no leilão do 5G, entidade está fazendo levantamento das regiões do país que possuem a infraestrutura.

Abrint notifica Anatel sobre localidades que já contam com backhaul de fibra

A Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint) anunciou que concluiu a segunda etapa da “Campanha de Backhaul de Fibra”. A entidade identificou 526 localidades brasileiras que já possuem a tecnologia de fibra e que não constavam em listagens oficiais.

O trabalho visa auxiliar a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a atualizar a lista de localidades que ainda não dispõem de backhaul. Esse levantamento é fundamental para o processo de universalização dos serviços de telecom no país, identificando as regiões desprovidas de fibra.

A ideia é que as operadoras vencedoras do leilão de frequências do 5G serão responsáveis por levar a infraestrutura para as localidades desconectadas. Além da universalização, o trabalho evita a duplicação de rede ou o desequilíbrio competitivo entre as operadoras.

Como o leilão não será arrecadatório – com o valor da venda das faixas revertido em compromissos de investimento – a sobreposição de infraestrutura poderia ser vista como um mau uso do dinheiro público.

VEJA TAMBÉM:

–> Votação do edital do 5G pelo TCU já tem data marcada

–> Biden envia emissário para discutir 5G com governo brasileiro

–> Anatel aceita adiar plano de levar fibra óptica para 1,5 mil municípios

Segundo a Abrint, as localidades mapeadas estão principalmente em áreas rurais. As regiões Sudeste foram as que mais tiveram localidades atualizadas (169 no total), seguido do Nordeste (142) e Sul (125). Já o Centro-Oeste e o Norte receberam 45 atualizações cada.

O levantamento da campanha é feito em conjunto com os associados da Abrint. Isso evita que a Anatel obrigue as grandes operadoras a reproduzir investimentos já feitos pelos pequenos provedores.

Em janeiro deste ano, por exemplo, a Abrint identificou que das 431 cidades de Minas Gerais que a Anatel acreditava não ter backhaul, 166 delas já tinham a cobertura de fibra, por exemplo.

“Não medimos esforços para auxiliar a Anatel nesse trabalho e fazer com que a alocação das obrigações de investimento seja cada vez mais assertiva”, afirma Alessandra Lugato, diretora executiva da Abrint.

Com informações de Convergência Digital.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários