InícioEconomia e NegóciosOito empresas se unem para competir no mercado de fibra

Oito empresas se unem para competir no mercado de fibra

Nova companhia tem a expectativa de atingir 400 mil clientes em cinco anos.

Oito empresas se unem para competir no mercado de fibra

Seguindo o cenário atual de fusões de empresas de internet em todo o país, nasceu a Proxxima, resultado da união de oito provedores localizados na região Nordeste do país. A ideia por trás dessa transação é concorrer no mercado de banda larga por fibra.

A fusão – acertada em dezembro do ano passado – incluiu a Ondanet, Netmark, CPnet, Datacommection e Enteriw, presentes no estado da Paraíba; Netjat e Netonline, do Rio Grande do Norte; e Toolsnet, de Pernambuco. Juntas, elas somam 95 mil clientes, sendo 90 mil por meio de fibra e o restante via rádio (em áreas rurais).

Ao todo, são 95 cidades atendidas pela Proxxima, tendo uma rede de 4 mil km e 350 mil casas passadas com fibra. Com foco no varejo, a empresa também oferece link para 30 pequenos provedores da região.

Segundo Leonardo Gomes, CEO da Proxxima, outros provedores estão em negociação para futuras incorporações. A meta da nova companhia é alcançar 400 mil assinantes nos próximos cinco anos.


VEJA TAMBÉM:

–> Vivo acredita que grandes operadoras vão recuperar liderança na banda larga

–> Pequenos provedores são líderes em banda larga em 76% das cidades

–> Quais empresas lideram entre os pequenos provedores de banda larga?

“Esperamos fechar o ano com 130 mil assinantes, por meio de crescimento inorgânico e orgânico”, disse o executivo da empresa.

No último semestre, a empresa ampliou o número de colaboradores de 400 para 560, além de crescimento de 10% na base de clientes e 14% no faturamento. A Proxxima também está começando a implantar a tecnologia XGS-PON na rede, o que permite elevar a oferta de banda larga para até 10 Gbps.

Além disso, a empresa pretende no ano que vem captar recursos por meio da emissão de debêntures, e abrir o capital na bolsa de valores (IPO, na sigla em inglês), assim como tem feito empresas rivais, como a Unifique e a Brisanet.

Com informações de Telesíntese.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários