InícioInternet Banda LargaGoverno abre seleção de empresas que vão operar infovia do Norte Conectado

Governo abre seleção de empresas que vão operar infovia do Norte Conectado

Infraestrutura de 770 km vai beneficiar mais de 950 mil brasileiros, além de escolas, universidades, hospitais e órgãos públicos.

Governo abre seleção de empresas que vão operar infovia do Norte Conectado

Nesta quarta-feira, 28 de julho, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) iniciou o processo de contratação do operador neutro da Infovia 00, trecho piloto do programa Norte Conectado. As empresas interessadas devem tomar ciência dos termos de qualificação e enviar os documentos para habilitação por meio do site da RNP.

O Norte Conectado é um programa do Ministério das Comunicações (MCom) que prevê a instalação de nove infovias em diferentes rios da região Amazônica, somando uma rede de 10 mil km e interligando 59 municípios. O investimento total previsto é de R$ 1 bilhão, beneficiando 9,2 milhões de habitantes.

O trecho piloto, chamada de Infovia 00, terá cerca de 770 km, conectando as cidades de Macapá, Almeirim, Monte Alegre, Santarém e Alenquer. A estrutura contará com um cabo óptico fluvial de 48 fibras instalado no leito do Rio Amazonas, beneficiando mais de 950 mil pessoas.

A RNP será a detentora do direito de toda a infraestrutura, com as empresas que comporão o consórcio sendo responsáveis por manter, operar e explorar comercialmente a infraestrutura. As empresas participantes do processo de contratação terão acesso a workshops para divulgação das condições e esclarecimento de dúvidas.


VEJA TAMBÉM:

–> RNP e Linktel oferecem Wi-Fi grátis e seguro em locais públicos

–> Anatel aceita adiar plano de levar fibra óptica para 1,5 mil municípios

–> Governo descarta alterar edital do 5G para obrigar internet nas escolas

Segundo Eduardo Grizendi, diretor de engenharia e operações da RNP, os operadores neutros – operadoras e provedores de telecom – vai garantir que a rede seja disponibilizada para os clientes finais. O governo espera que o Norte Conectado também garanta conectividade a escolas, universidades, hospitais e órgãos do poder judiciário.

“Sem dúvidas, a implementação deste projeto com recursos públicos e sua forma de compartilhamento com o setor privado significa um grande avanço para as telecomunicações do Brasil como um todo”, explica Grizendi.

Com informações de Ministério das Comunicações.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários