Canal Loading pode ‘reviver’ com nova identidade

Após um fim precoce, com apenas seis meses no ar, emissora pode ser vendida e voltar para a programação.

Transmissão do canal Loading - Captura de tela
Imagem: Transmissão ao vivo do Loading – Captura de tela

Nos últimos dias, o canal Loading chegou a fim precoce e até mesmo polêmico, visto que teve apenas seis meses de operação e culminou na demissão de 60 profissionais.

Um investimento que certamente entrará para a história como uma promessa que se ‘perdeu’ rapidamente. Mas, ao que tudo indica, há uma luz no fim do túnel, a rádio Jovem Pan.

Informações recentes garantem que as negociações estão avançadas e as novidades podem surgir a qualquer momento.

É até uma iniciativa com muita lógica para a marca, que sempre teve apelo com o público jovem.

VEJA TAMBÉM:

–> Mercado de TV por assinatura poderá ter mudanças significativas

–> Com poucos dias no ar, canal Loading enfrenta grande polêmica

–> Canal Loading chega ao fim após desistência da Kalunga

Por sinal, as rádios enfrentam uma ‘baixa’ há muito tempo por causa das novas mídias. Muitas tiveram que adaptar seus modelos de negócios para a ‘era da internet’.

No caso da Jovem Pan, migrar para a TV pode ser um bom negócio. A venda do Loading pode resultar na criação da TV Jovem Pan.

Isso significa que os programas e profissionais podem retornar aos seus postos? Não necessariamente.

Pelo o que foi divulgado, há uma clara intenção de ter uma nova roupagem, mais ao estilo da marca Jovem Pan.

O fim do Loading se deu após a evasão do principal investidor, a rede de papelarias Kalunga.

Anunciada como grande promessa em 2020, a emissora surgiu com proposta de conquistar a audiência jovem e ter um forte apelo com o público geek.

Para montar programação, nomes com visibilidade na internet foram convidados e atrações dos mais variados tipos foram criadas.

Séries licenciadas, atrações com foco nas culturas gamers e pop e muito mais. A jornada do Loading terminou após uma reunião on-line dos dirigentes, quando o canal ainda estava no ar.

Nas redes sociais, muitos fãs lamentaram e até mesmo inundaram as redes sociais da Kalunga com críticas.

Fãs apontaram irresponsabilidade na rede, que foi responsável pela queda de um negócio e várias demissões em plena pandemia.

Com informações de Flávio Ricco

About Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
11 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários