Início5GEm parceria com Amazon, Vivo testa com sucesso 5G baseado em nuvem

Em parceria com Amazon, Vivo testa com sucesso 5G baseado em nuvem

Operadora validou tecnologia por conta da agilidade, elasticidade e capacidade de escala para as redes de nova geração.

Em parceria com Amazon, Vivo testa com sucesso 5G baseado em nuvem
Imagem: MCom/Reprodução

A operadora Vivo acaba de anunciar que concluiu com sucesso os testes para o uso do “AWS Outpost”, serviço de nuvem pública desenvolvido pela Amazon, para implantar a tecnologia 5G pura (standalone) no Brasil.

A ideia é utilizar plataformas e aplicativos de computação em nuvem (cloud computing), para sustentar as operações das futuras redes 5G, melhorando a automação e gerando novas fontes de receitas.

Isso evita, por exemplo, que as operadoras precisem manter servidores físicos com aplicações críticas próximas das estações radiobase (ERBs), como forma de diminuir a latência.

O uso do software 5G Core nativo em nuvem foi validado pela Vivo por conta da agilidade, elasticidade e capacidade de escala, diminuindo o tempo de lançamento da rede de nova geração.

VEJA TAMBÉM:

–> Vivo, TIM e Claro vão usar micro-ondas de rádio para fornecer 5G

–> Para Algar, 5G no Brasil deveria ser obrigatoriamente ‘standalone’

–> Ministério das Comunicações ainda espera conseguir realizar leilão do 5G em julho

A prova conceito foi realizada no Brasil, a partir da colaboração com as empresas Nokia, Oracle e Mavenir.

A ideia foi avaliar se a nuvem da Amazon seria capaz de aguentar o volume intenso de conexões que é esperado em uma rede 5G.

Diante do sucesso no teste, o AWS Outposts foi validado como uma opção viável de infraestrutura eficaz para implantar a tecnologia 5G standalone tanto no Brasil quanto em outros mercados em que a Telefónica (controladora da operadora brasileira) mantém operação.

“Graças a este projeto, a Telefónica atingiu um marco claro em seus planos de 5G no Brasil e também em sua estratégia de implantação no grupo. O modelo provou que as plataformas nativas em nuvem 5G permitem a utilização de uma ampla gama de opções de infraestruturas de redes públicas e privadas”, afirma Cayetano Carbajo, diretor de núcleo, plataformas de serviços e transporte, e diretor de telefonia e informação (CTIO) da Telefônica.

“Estamos entusiasmados que a Telefônica Vivo validou o AWS Outposts como uma de suas melhores opções para implantar sua rede 5G Core. Com a opção de construir seu 5G Core na AWS, a Telefónica abre caminhos para alavancar a amplitude e profundidade de nossos serviços em nuvem em seus ambientes on-premises. Com a AWS, a Telefónica pode automatizar totalmente sua rede e dimensionar e alocar dinamicamente sua capacidade para atender às necessidades de seus clientes, sejam eles empresas ou consumidores finais”, finaliza Fabio Cerone, diretor de telecomunicações da Amazon Web Services para Europa, Oriente Média e Ásia.

Com informações de Assessoria de Imprensa Vivo e Teletime.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES