RNP busca provedores para ajudar na implantação do ‘Norte Conectado’

Programa beneficiará 9,2 milhões de brasileiros em 59 municípios.

RNP busca provedores para ajudar na implantação do ‘Norte Conectado’

Na última sexta-feira, 9 de abril, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) deu início ao recebimento de propostas de empresas interessadas em participar da implantação das redes metropolitanas do programa “Norte Conectado”.

Lançado em setembro de 2020, o projeto do Ministério das Comunicações (MCom) visa levar conectividade para a região Norte do país por meio de redes metropolitanas atendidas por cabos de fibra óptica subfluviais, pela denominada Infovia 00.

A rede passa por Macapá/AP, Almeirim/PA, Monte Alegre/PA, Alenquer/PA e Santarém/PA.

Para evitar o impacto ambiental, o cabeamento passa pelo leito de rios, evitando a necessidade de desmatamento.

VIU ISSO?

–> Parlamentares pedem à Anatel que edital do 5G garanta conectividade às escolas

–> Pesquisadores desenvolvem ferramenta para evitar congestionamento de redes

–> Governo Federal expande a oferta de fibra na região nordeste

Ao todo, serão 59 municípios atendidos nos estados de Roraima, Rondônia, Pará, Amazonas, Amapá e Acre.

A expectativa é que 9,2 milhões de brasileiros sejam beneficiados pelo programa.

A conectividade terá o objetivo de atender políticas públicas de telecomunicações, educação, pesquisa, saúde, defesa e do judiciário, incluindo escolas, universidades e hospitais locais.

Além disso, o programa Norte Conectado permitirá uma maior integração com os países vizinhos, que compõem a Pan Amazônia.

A meta é instalar 13 mil km de cabos de fibra até o final do ano de 2023.

Os provedores de internet interessados têm até o dia 30 de abril de 2021 para enviar as propostas e todas as documentações exigidas.

Os contratos incluem a construção conjunta, e/ou o compartilhamento e a manutenção de redes, sejam elas novas ou existentes.

O projeto é fruto de uma parceria entre o Ministério das Comunicações, o Conselho Nacional de Justiça, o Ministério da Educação e o Senado Federal.

“A região Norte é a mais carente. É a que mais precisa de investimentos em telecomunicações”, disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria, durante o lançamento do programa.

Com informações de Ministério das Comunicações.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários