BTG Pactual cria novo fundo com foco na ampliação de redes no país

Objetivo é aplicar dinheiro em operações de crédito de longo prazo por meio de debêntures incentivadas para investimentos em infraestrutura.

BTG Pactual cria novo fundo para investir em ampliação de redes no país

Nesta segunda-feira, 26 de abril, o BTG Pactual lançou o “Fundo Incentivado de Investimento em Infraestrutura” (FI-Infra).

O novo fundo será focado no investimento de longo prazo em projetos de infraestrutura de empresas de telecomunicações, a partir da emissão de debêntures incentivadas.

Nos últimos meses, o Governo Federal tem autorizado a emissão de debêntures públicas pelas empresas de telecom com o objetivo de captar recursos no mercado para implementar, ampliar e melhorar redes fixas e móveis pelo país.

A partir da publicação da Portaria 502, em setembro do ano passado, o governo sinaliza que o investimento em infraestrutura de telecomunicações no Brasil é um tema considerado prioritário.

VIU ISSO?

–> Oi aceita oferta de R$ 13 bilhões do Grupo BTG Pactual pela InfraCo

–> BTG Pactual obtém exclusividade para comprar fibra da Oi

–> ‘Impecável’, diz BTG Pactual sobre o plano de reestruturação da Oi

O Ministério das Comunicações (MCom) aprovou nos últimos meses a emissão de R$ 5,8 bilhões em debêntures pela TIM, R$ 4 bilhões pela Claro e R$ 210 milhões pela MOB Telecom, por exemplo.

Na edição desta segunda-feira do Diário Oficial da União, foi publicada mais uma autorização, a da emissão de R$ 1,5 bilhão pela operadora regional Algar Telecom.

Com a iniciativa do BTG Pactual, as operadoras e provedores têm uma alternativa de captar dinheiro com investidores para aplicar nas operações do negócio, em vez de fazer um empréstimo com uma instituição financeira.

As debêntures também são atrativas para investidores, inclusive para pessoas físicas, por oferecer isenção total de Imposto de Renda (IR) tanto para a renda quanto para o ganho de capital.

“Vemos muito potencial de crescimento para este fundo, que levantou R$ 480 milhões na primeira rodada de captação e já nasce com excelentes projetos em seu portfólio. Nosso objetivo é buscar operações que aliem retornos atrativos a bons perfis de crédito, proporcionando exposição a bons projetos e condições diferenciadas para nossos clientes”, afirma em comunicado Eduardo Arraes, chefe de crédito da BTG Pactual Asset Management.

Com informações de Teletime.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários