Início5GTecnologia para redes privativas de 5G é liderada pela Telefónica

Tecnologia para redes privativas de 5G é liderada pela Telefónica

Grupo espanhol é dono da Vivo no Brasil e testes serão realizados nas cidades de Madri e Málaga, na Espanha.

Fachada do prédio da Telefónica
Fachada do prédio da Telefónica.

O grupo espanhol Telefónica, que é dono da Vivo no Brasil, vai liderar um grupo de trabalho dedicado a desenvolver uma arquitetura aberta para redes privativas 5G.

O anúncio foi feito pelo Telecom Infra Project (TIP), uma iniciativa criada pelo Facebook para o desenvolvimento de plataformas abertas em redes de telecomunicações.

O grupo liderado pela Telefónica foi criado recentemente com o objetivo de melhorar a cobertura e capacidade de redes privativas por meio de rádios dedicados. A novidade dos trabalhos, segundo a TIP, está no fato de que a arquitetura tradicional das redes móveis é focada apenas para atendimento em larga escala e, por isso, não tem custos adequados para instalações voltadas a redes privativas de menor porte.

VIU ISSO?

–> TIM e Telefónica fecham acordo com Disney+

–> Investidores oferecem 10 bilhões de euros pela Telefónica

–> Telefónica Vivo contrata banco para revisar seus ativos


De acordo com o vice-presidente sênior de inovação tecnológica da Telefónica, o grupo de trabalho vai aproveitar tecnologias de rede com núcleo aberto (Open Core) e com rádio aberto (Open RAN).

Dessa forma, os responsáveis pelo projeto pretendem criar um produto minimamente viável para ser colocado em funcionamento nas cidades espanholas de Madri e Málaga.

Representantes da Dell e da Intel também integram o grupo de trabalho. A previsão é de que a equipe defina ainda este mês as especificações da tecnologia e instale os equipamentos para desenvolvimento. Até o terceiro trimestre deste ano, a plataforma será criada e integrada ao 5G (núcleo e RAN). Os teste laboratoriais e de campo devem começar em 2022.

Com informações de Telesintese.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários