Telefónica Vivo contrata banco para revisar seus ativos

Operadora pretende vender suas operações em vários países da América Latina.

A Telefónica, controladora da Vivo no Brasil, contratou o banco de investimento americano Morgan Stanley para realizar uma análise das atividades da operadora na América Latina, exceto o Brasil, e quais as oportunidades de negócios para a companhia.

Em novembro, a Telefónica havia anunciado que pretendia realizar uma “cisão operacional” dos ativos, o que poderia incluir novas parcerias e até venda de ativos em mercados que não são mais prioridades para a companhia.


Países que passam por instabilidade política, regulatória e cambial, como Venezuela, Peru, Colômbia e México levaram a essa reviravolta nos planos da empresa.

A análise do banco será a viabilidade de reunir todas as filiais nesses países em apenas uma empresa, com estrutura, estratégia e metas próprias, e posteriormente vendê-la ou levá-la ao mercado de ações.

VIU ISSO?

–> Dona da Vivo pretende priorizar negócios no Brasil

–> Telefónica, dona da Vivo, pretende monetizar suas antenas

–> Telefónica Vivo se une à AT&T para combater dona da Claro

O Brasil não entra nessa revisão de ativos, pois é um dos principais mercados da operadora. Junto com a Espanha, Reino Unido, Alemanha, os quatro países representam 80% das operações da Telefônica.

O novo plano estratégico é visto como uma maneira do conselho da Telefónica valorizar os papéis da empresa, que apresentaram o pior desempenho do índice Euro Stoxx 600 Telecommunications no último ano e na década passada.

Com informações de MoneyTimes.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários