InícioInternet Banda LargaInternet via satélite da Starlink pode chegar em breve ao Brasil

Internet via satélite da Starlink pode chegar em breve ao Brasil

Companhia de Elon Musk já possui empresa aberta no país para ofertar o serviço de banda larga de alta velocidade.

Enquanto a rede Starlink é testada nos Estados Unidos, a SpaceX já abriu duas empresas no Brasil para intermediar a venda do serviço de internet via satélite.

Em dezembro do ano passado, foi registrada na Receita Federal a “Starlink Brazil Serviços de Internet Ltda.”, empresa que tem como atividade econômica principal a oferta de serviços de “telecomunicações por satélite”.

No quadro societário da nova empresa aparecem Vitor James Urner e outra empresa com a razão social “Starlink Brazil Holding Ltda”.

Procurado pelo Tecnoblog, Urner confirmou que ele é representante legal da Starlink e que servirá como intermediário para que a empresa atue no Brasil.


VIU ISSO?

–> SpaceX revela preço da internet via satélite da Starlink

–> SpaceX planeja lançar serviço de telefonia via satélite

–> Latência da internet da Starlink já é similar à banda larga dos EUA

Entretanto, ele disse não saber os planos da companhia para o país.

Porém, no site da Starlink, brasileiros já podem se cadastrar como interessados em utilizar o serviço no país, inclusive informando os endereços do Brasil.

É válido ressaltar que a operação da Starlink no Brasil ainda depende de autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Além de obter a licença para executar Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), é preciso uma autorização adicional para uso de satélite estrangeiro ou obter outorga de exploração caso pretenda lançar um satélite brasileiro.

Caso consiga as autorizações, a Starlink passará a competir com outras empresas que já atuam no país, como a Hughesnet e Viasat.

Atualmente, a Starlink já possui mais de 10 mil usuários testando a internet via satélite.

Entretanto, o preço do serviço ainda é salgado.

Nos Estados Unidos, a assinatura do serviço (ainda em fase de testes) custa US$ 99 (R$ 531,64, na cotação atual) por mês.

O usuário ainda precisa desembolsar US$ 499 (R$ 2.679,68) para comprar o kit contendo antena, tripé e roteador.

Com informações de Tecnoblog.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

8 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
8 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários