Após Huawei, Reino Unido bane canal de TV chinês

Órgão regulador britânico revogou licença de emissora alegando que a mesma era controlada pelo governo de Pequim.

A Ofcom, órgão regulador das telecomunicações do Reino Unido, acaba de anunciar que revogou a licença de transmissão do canal “China Global Television Network Corporation” (CGTNC).

Após investigação, o órgão descobriu que a Star China Media Limited – que detinha a licença – não tinha nenhuma responsabilidade editorial sobre os conteúdos exibidos pela CGTNC.

Na verdade, a entidade responsável pela emissora era um órgão dentro do Partido Comunista Chinês.

Um pedido de transferência de titularidade chegou a ser solicitado, mas a Ofcom rejeitou por falta de “informações cruciais” e ofereceu um “tempo significativo” para que fossem cumpridos os requisitos.

VIU ISSO?

–> Reino Unido revela quanto vai gastar para substituir Huawei

–> Reino Unido proíbe operadoras de vender celulares bloqueados

–> Empresas querem utilizar drones para oferecer conectividade 5G

“Demos muito tempo ao CGTNC para que cumprisse a normativa. Esses esforços já se esgotaram”, afirmou o regulador.

Antes, o órgão já havia acusado o canal de parcialidade durante coberturas jornalísticas.

O canal estava disponível no Reino Unido tanto na TV aberta quanto na paga.

Após o banimento da Huawei nas redes 5G do Reino Unido, a revogação da licença da CGTNC é mais um capítulo da crescente tensão diplomática entre Londres e Pequim.

Com informações de UOL.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários