Record TV é acusada de racismo por espectadores

Uma matéria sobre a cantora Beyoncé promoveu a manifestação na rede social; saiba os detalhes.

Reprodução Record TV
Imagem: Reprodução Record TV

Nesta quarta-feira, 6 de janeiro, diversos usuários levantaram a hasgtag “#RecordRacista” no Twitter.

O motivo da manifestação envolve diretamente a cantora Beyoncé, que ilustrou uma reportagem exibida na emissora.

No conteúdo, a estrela da música é mencionada como dona de uma carreira sólida, sem polêmicas na vida pessoal, mas também envolvida em acusações de praticar “bruxaria” e “magia” prejudicial.

A matéria embasa a abordagem com base em uma acusação contra a cantora, feita por uma ex-integrante de sua banda.

VIU ISSO?

–> PlayPlus, streaming da Record TV, é alvo de reclamações e boicote

–> RecordTV, SBT e RedeTV! negociam com streaming

–> Lobby do SBT e Record pode encarecer TV Paga, afirma colunista

Por sinal, a menção destacada na reportagem da Record TV é para o termo “magia negra”, considerado racista pela atribuição do termo “negro” ao que é ruim.

Até mesmo imagens do documentário musical “Black is King”, produzido por Beyoncé para o Disney+, foram utilizadas para compor a matéria.

Por sinal, o programa “Fala que eu te Escuto” é visto como uma atração religiosa, fato que facilitou o público a interpretar a matéria como preconceituosa contra a cultura africana, enaltecida pela cantora.

A emissora ainda não emitiu qualquer posicionamento a respeito da acusação.

Abaixo, confira a repercussão:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
7 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários