Dona da Vivo cria empresa para oferecer crédito na América do Sul

Empréstimos pessoais começam na Colômbia e devem se expandir para outros países do continente.

A Telefónica, controladora da Vivo (VIVT3) no Brasil, em parceria com o banco espanhol BBVA, anunciou que criou uma joint venture na Colômbia para oferecer crédito para pessoas físicas e jurídicas.

Há alguns meses a Telefónica e a BBVA já haviam lançado um projeto piloto na Colômbia, o qual elas classificaram como um “sucesso”.

A operação deve começar oficialmente no segundo trimestre de 2021, por meio da Movistar, a operadora de telefonia da Colômbia, propriedade da Telefónica.

A expectativa é que a “Movistar Money” possa beneficiar cerca de 19 milhões de clientes da operadora na Colômbia.

“A nova empresa se beneficiará da experiência e dos ativos de ambos os sócios no mercado colombiano e aproveitará o amplo conhecimento do BBVA em negócios financeiros e o poder tecnológico e comercial da Telefónica. O acordo também prevê o desenvolvimento de canais e operações de vendas digitais para ajudar os clientes locais a conhecer os novos produtos de crédito”, diz a Telefónica em comunicado.

VIU ISSO?

–> Operadoras de telefonia se unem para criar carteira digital

–> Cade revoga suspensão dos pagamentos via WhatsApp

–> Banco Central anuncia lançamento do PIX

De acordo com a companhia de telecomunicações espanhola, o negócio poderá expandir para outros países da América do Sul onde as duas empresas estão presentes.

Atualmente, a Vivo já oferece no Brasil empréstimos de até R$ 30 mil para consumidores, por meio de uma parceria com a instituição financeira brasileira QI SCD.

Com informações de Assessoria de Imprensa Telefônica.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários