Oi e Petrobras tiveram os maiores prejuízos de 2020, segundo página

Últimos quatro balanços trimestrais foram utilizados para fechar a conta dos 12 meses.

Ilustração - Gráfico financeiro
Imagem: Pixy.org

Ainda em recuperação judicial, a Oi registrou o segundo maior prejuízo de 2020, até o momento, com redução de R$ 17,8 bilhões.

O primeiro lugar ficou com a Petrobras, com menos R$ 45,7 bilhões. A mesma lista destaca também empresas como Azul, GOL, Embraer e outras.


Apesar dos resultados, há uma grande expectativa no plano de reestruturação da Oi, que é considerado sólido por analistas de mercado.

Para os próximos meses, a empresa vai gerar uma alta procura na oferta da InfraCo, que terá 51% das ações negociadas.

VIU ISSO?

–> Redes neutras: o que são e por que se tornaram estratégicas?

–> Venda da Copel Telecom aponta cenário positivo para a Oi

–> Black Friday da Oi terá conexão de 500 Mbps por R$ 149,90

A empresa é uma criação da própria Oi para concentrar sua infraestrutura de rede, que envolve 400 mil quilômetros de fibra óptica.

Outras unidades como telefonia móvel, datacenter, torres e TV por assinatura também serão ofertadas.

O balanço feito pela página Análise de Ações tem como base os últimos balanços trimestrais divulgados pelas companhias.

Confira abaixo:

Com informações de Análise de Investimentos

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários