Fluke pretende expandir operação para seis estados ainda em 2020

MVNO de São Carlos recebeu aportes de investidores-anjo e quer iniciar processo de expansão nacional.

Nesta quarta-feira, 11, a operadora móvel virtual (MVNO) Fluke anunciou que recebeu aportes de investidores-anjo e que os recursos serão investidos na expansão do seu atendimento comercial.

A MVNO iniciou as suas operações em março deste ano, restringindo a venda de chips à região de São Carlos, no interior de São Paulo. Em outubro, a operadora chegou ao resto do estado de São Paulo, ao Distrito Federal e a Goiás.


Agora, a Fluke tem planos de chegar a seis estados até o final de 2020.

A meta da empresa é chegar à casa “das dezenas de milhares de clientes” até o final do ano que vem.

VIU ISSO?

–> Operadoras móveis virtuais: valem a pena?

–> Decisão da Anatel pode alavancar mercado de operadoras virtuais

–> Fluke Operadora vai operar com tarifário semanal e 100% digital

A Fluke trabalha com planos personalizados. O cliente contrata uma assinatura semanal de R$ 2,00 ou mensal de R$ 8,00, e paga pelo que consome, sendo R$ 6,00 a cada 500MB de internet, R$ 0,10 a cada minuto de ligação e R$ 0,10 a cada SMS enviado.

A operadora móvel virtual utiliza a plataforma da Telecall e a rede da Vivo.

“Queremos fazer com as telecomunicações o que fintechs como Neon e Nubank fizeram com os bancos”, diz Marcos Antônio Oliveira Jr. fundador da Fluke.

Com informações de Estadão.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários