Início5GBanir a China pode encarecer valor final do 5G

Banir a China pode encarecer valor final do 5G

De acordo com o presidente da Huawei, principal consequência cairá para os consumidores brasileiros, que vão pagar mais caro pelo 5G.

Equipamento da Huawei (Divulgação Instagram)
Imagem: Equipamento da Huawei (Divulgação Instagram)

Em entrevista recente, Sun Baocheng, CEO da Huawei, comentou sobre o possível banimento da marca como fornecedora do 5G brasileiro. Para ele, a principal consequência cairá para os consumidores.

Antes de tudo, é importante destacar que o leilão da conectividade é feito para as operadoras comprarem frequências.

A participação da Huawei seria indireta e as teles vão decidir os fornecedores, de acordo com as diretrizes do governo. Sobre o processo, a chinesa já promete a solução com melhor custo benefício.

Mas, na contramão, existem as investidas dos Estados Unidos, cujo governo pressiona seus aliados a impedirem uma entrada da companhia no fornecimento da nova conectividade. O Brasil, obviamente, está incluso.

VIU ISSO?

–> 5G: Migração para banda KU pode custar R$ 1,75 bilhão

–> Conheça as cidades e bairros com cobertura ‘5G’ da Claro

–> 5G DSS é marketing, ironiza CEO da TIM

Afinal, os norte-americanos acreditam que a Huawei é um “instrumento” para promover a espionagem governamental chinesa.

Sobre a questão, Baocheng destaca que pode acarretar em um atraso na transformação digital do Brasil. Além do mais, os consumidores vão sofrer as consequências.

As operadoras terão custos maiores com fornecedores e o aumento dos preços será refletido na entrega aos clientes. Os serviços vão ficar mais caros.

E quando menciona um “atraso” na transformação digital, o CEO destaca a participação que a Huawei já tem no Brasil e vê um prejuízo na substituição de todos os equipamentos da marca por parte das teles. Trocá-los levará muito tempo.

Com informações de Folha de S. Paulo

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
CONTEUDO RELACIONADO

4 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES