Viasat expande banda larga via satélite para mais 14 estados

Serviço agora alcança 93% da população do país e faz presença em 21 estados; saiba mais detalhes da operação.

 Logotipo Viasat
Imagem: Logotipo Viasat

Nesta terça-feira, 15 de setembro, a Viasat (NASDAQ: VSAT) anunciou a expansão do serviço de banda larga via satélite que é oferecido para diversas regiões do país.

Agora, mais 14 estados somam a lista das regiões atendidas pela empresa.


São eles: Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Ceará, Alagoas, Sergipe, Maranhão, Pará, Rondônia, Amapá e Acre.

Em coletiva com o Minha Operadora e outros jornalistas na manhã desta terça, Evan Dixon, vice-presidente da Viasat, comentou sobre o lançamento.

O executivo traçou um breve panorama da empresa, que viu sua demanda crescer expressivamente durante a pandemia do novo coronavírus.

Assim como outras fornecedoras de banda larga, a Viasat viu seu serviço se tornar cada vez mais essencial, já que as atividades de trabalho, educação e lazer estavam totalmente concentradas na internet durante o período.

Por isso, ter acesso com qualidade e atingir áreas que ainda carecem de infraestrutura é um importante pilar para a empresa, que agora atende 93% da população do país.

VIU ISSO?

–> Viasat começa a vender internet residencial via satélite no Brasil

–> Parceria permitirá expandir a oferta de internet via satélite

–> Latência da internet da Starlink já é similar à banda larga dos EUA

A partir de agora, a meta é ser o único provedor de internet via satélite (ISP) capaz de atender 100% do país com alta velocidade.

Cidadãos brasileiros nas cinco regiões do país poderão assinar o serviço com velocidades de até 20 Mbps e franquias de dados com 80 GB por mês.

A cobertura da Viasat agora totaliza cobertura em 21 estados do país. Em julho, o lançamento foi em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Amazonas e no Distrito Federal.

Trata-se de um serviço residencial que explora a largura do satélite SGDC-1 da Telebrás.

Disponível para contratação há o plano básico de 10 Mbps e o avançado, com 20 Mbps. O primeiro tem custo de R$ 349 mensais e o segundo por R$ 419.

Os clientes aproveitam ainda um preço especial nos três primeiros meses.

“Levar nossa conectividade a mais 14 estados nos proporciona uma oportunidade de ajudar a conectar ainda mais pessoas em áreas não atendidas ou pouco opções. A expansão de nosso serviço de internet residencial demonstra nosso compromisso com o Brasil”, destacou Bruno Soares Henriques, diretor comercial da Viasat Brasil.

Com informações de Assessoria de Imprensa Viasat Brasil

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Rosangela

O valor cobrado pela Viasat está um pouco salgado , para a maioria dos consumidores. Abaixem esses valores e farão frente a certas firmas.

Cidade - UF
Rio de Janeiro RJ
Thiago VieiraD

Meio salgado? Está um assalto. Melhor usar um modem com entrada chip e assinar um plano que caiba no orçamento. A vivo já cobre quase toda área em MG por ex.

Cidade - UF
Caratinga-MG
Thiago VieiraD

Mais de R$300 por mês e ainda ter franquia limitada? Kkkkk quem é o maluco que vai pagar isso? Só se for fazendeiro rei do Gado. Pelo amor né pessoal da Viasat. Que absurdo

Cidade - UF
Caratinga-MG
JoaoBC

Mais do mesmo.
As outras possuem o mesmo serviço e preço.

Cidade - UF
Marechal Floriano - ES
Alexandre Hildes

Para quem não tem outra opção, no meio da selva amazônica, o preço está bom. O problema é que o link de 10 mbps não chegava a 5 e já fazem umas 3 semanas que raramente passa de 800kbps. Pelo jeito o satélite está entupido com essa expansão.

Cidade - UF
Tabatinga