Presidente da Copel Telecom defende venda da operadora

Partido político considera a privatização precipitada e inadequada em um período de pandemia.

Após o Partido Democrático Trabalhista (PDT) apresentar um requerimento no Ministério Público questionando a privatização da Copel Telecom, Daniel Pimentel Slaviero, presidente da operadora paranaense, defendeu a realização do leilão.

O PDT considera a venda Copel Telecom como “precipitada” e “inadequada” diante do cenário de incerteza econômica, por conta da pandemia. O partido argumenta que a empresa é lucrativa e oferece o melhor serviço do país, registrando um lucro de R$ 97,5 milhões no primeiro semestre deste ano.


Por outro lado, Slaviero acredita que a privatização ocorre em um “timing” perfeito. Para o executivo, a Covid-19 demonstrou a importância da tecnologia de distribuição de dados no enfrentamento da doença, a ponto de valorizar a empresa e praticamente dobrar o valor mínimo do leilão.

O preço mínimo da venda foi fixado em R$ 1,4 bilhão, superando a expectativa do mercado, que era entre R$ 500 milhões e R$ 800 milhões, salienta o presidente da Copel Telecom.

“Treze empresas ou grupos já compraram o data room com todos os dados da companhia e já respondemos a mais de 500 perguntas técnicas dessas empresas interessadas. Então, os primeiros sinais são muito positivos para que realmente tenha um interesse grande, que vai se traduzir numa alta competitividade e, possivelmente, numa elevação razoável deste preço mínimo”, afirmou Daniel.

Slaviero também rebateu as críticas de que o processo está ocorrendo de forma apressada, argumentando que o processo de privatização da empresa já é planejado desde 2017.

VIU ISSO?

–> Tribunal de contas multa executivos da Copel Telecom

–> Justiça suspende contrato da Copel

–> Clientes da Copel Telecom relatam falta de atendimento

A privatização da Copel Telecom está prevista para ocorrer no próximo dia 9 de novembro na Bolsa de valores de São Paulo (B3).

Com informações de Gazeta do Povo.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários