Prédio da Oi em Fortaleza será demolido por risco de cair

Edificação foi atingida por duas explosões na última semana.

Imagem: Google Street View

Nesta terça-feira, 29, um prédio empresarial da Oi localizado em Fortaleza/CE começou a ser demolido após um laudo apontar que existe risco iminente de colapso da estrutura.

A edificação está localizado na Avenida Santos Dumont, nº 6355, no bairro Papicu, na capital cearense.


No último dia 24 de setembro, o prédio da Oi foi atingido por duas explosões por conta de um vazamento de gás, proveniente da perfuração acidental de uma tubulação no subsolo.

O escape ocorreu por conta de escavação realizada por uma obra na Avenida Santos Dumont.

O incidente não causou vítimas, já que um agente da Brigada de Bombeiros Civis, que estava de plantão no local, alertou para que o prédio fosse evacuado depois que cheiro de gás invadiu o local.

No último fim de semana, a Defesa Civil já havia retirado 43 moradores de casas vizinhas ao prédio. Já a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a explosão no prédio.

VIU ISSO?

–> Incêndio atinge sétimo andar de prédio da Oi no Rio

–> Após incêndio em prédio da Oi, moradores de Nilópolis seguem sem serviços

–> Manutenção em antena provoca incêndio em área do Palácio do Jaburu

A primeira ação no processo de demolição foi o escoramento com um guindaste da torre de telefonia que se localiza nos fundos do terreno onde o prédio está localizado.

Enquanto isso, uma retroescavadeira de uma empresa especializada contratada pela operadora começou a remoção das paredes da estrutura.

Não há um prazo para a conclusão da demolição.

De acordo com a Oi, todo o tráfego da telefonia utilizada na torre foi remanejado, garantindo a cobertura móvel aos clientes da região.

Com informações de G1 e O Povo Online.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários