InícioEconomia e NegóciosPrédio da Oi em Fortaleza será demolido por risco de cair

Prédio da Oi em Fortaleza será demolido por risco de cair

Edificação foi atingida por duas explosões na última semana.

Imagem: Google Street View

Nesta terça-feira, 29, um prédio empresarial da Oi localizado em Fortaleza/CE começou a ser demolido após um laudo apontar que existe risco iminente de colapso da estrutura.

A edificação está localizado na Avenida Santos Dumont, nº 6355, no bairro Papicu, na capital cearense.


No último dia 24 de setembro, o prédio da Oi foi atingido por duas explosões por conta de um vazamento de gás, proveniente da perfuração acidental de uma tubulação no subsolo.

O escape ocorreu por conta de escavação realizada por uma obra na Avenida Santos Dumont.

O incidente não causou vítimas, já que um agente da Brigada de Bombeiros Civis, que estava de plantão no local, alertou para que o prédio fosse evacuado depois que cheiro de gás invadiu o local.

No último fim de semana, a Defesa Civil já havia retirado 43 moradores de casas vizinhas ao prédio. Já a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a explosão no prédio.

VIU ISSO?

–> Incêndio atinge sétimo andar de prédio da Oi no Rio

–> Após incêndio em prédio da Oi, moradores de Nilópolis seguem sem serviços

–> Manutenção em antena provoca incêndio em área do Palácio do Jaburu

A primeira ação no processo de demolição foi o escoramento com um guindaste da torre de telefonia que se localiza nos fundos do terreno onde o prédio está localizado.

Enquanto isso, uma retroescavadeira de uma empresa especializada contratada pela operadora começou a remoção das paredes da estrutura.

Não há um prazo para a conclusão da demolição.

De acordo com a Oi, todo o tráfego da telefonia utilizada na torre foi remanejado, garantindo a cobertura móvel aos clientes da região.

Com informações de G1 e O Povo Online.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários