InícioTelefonia CelularClaro pode mudar oferta do pré-pago nos próximos meses

Claro pode mudar oferta do pré-pago nos próximos meses

Especulação surge a partir do movimento da concorrência, que voltou a investir no segmento; qual será a reação da Claro?

Comercial da Claro
Imagem: Reprodução YouTube

Com base nos últimos meses, pode-se dizer que o pré-pago voltou a ser atrativo para a estratégia de negócios das operadoras. TIM e Vivo voltaram a investir no segmento, mas e a Claro? Vai comer poeira nessa briga?

Por meio de uma nova estratégia, a Vivo conquistou mais de 400 mil novos clientes no pré-pago em julho. No comparativo, as concorrentes registraram desconexões.


Nesse âmbito, a disputa com a TIM acirrou e logo em agosto, a prestadora da Telecom Itália reagiu e deu uma chacoalhada no segmento, a fim de tornar suas ofertas mais atrativas.

Surgiram até mesmo novidades como a parceria com o C6 Bank e o programa de fidelidade TIM + Vantagens, ambos oferecem boas recompensas para clientes pré.

A disputa entre as duas operadoras promoveu mudanças até mesmo no pós-pago, com os planos individuais. Enquanto a Vivo passou a cobrar R$ 130 por 16 GB, a TIM respondeu com um plano de 15 GB por R$ 110.

Agora, segundo o BTG Pactual, é hora de vermos uma reação por parte da Claro. Segundo o banco de investimentos, as ofertas da empresa estão menos atrativas do que as da TIM.

RELEMBRE OFERTAS:

–> TIM anuncia plano pré-pago de R$ 10

–> Vivo oferta pré-pago com 4GB por R$ 19,99

–> Claro oferta plano pré-pago mensal com 6GB por R$ 29,99

Para ter 1 GB por sete dias, por exemplo, o cliente pré-pago desembolsa R$ 10. Na TIM, é possível ter acesso a 1.4 GB por R$ 10 durante dez dias.

É importante destacar que a análise do BTG não considera a oferta de 2 GB por R$ 9,90 oferecida para determinadas regiões. Fato que o Minha Operadora considera relevante.

Mas, de fato, uma oferta limitada para algumas regiões é menos atrativa na disputa com as grandes operadoras, que costumam lançar as suas em todo território nacional.

Conforme destaca o banco, a Claro liderou as adições líquidas no pós-pago por sete trimestres, mas precisa dar o próximo passo para garantir a liderança.

Não somente no pré-pago, a operadora pode ter ofertas mais agressivas em outras modalidades.

O BTG destaca também que os planos da operadora não são mais tão favoráveis contra as novas estratégias da TIM no pós-pago de baixo valor e da Vivo nos planos do mesmo segmento, de alto valor.

Com informações de InfoMoney

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]

17 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
17 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários