Highline do Brasil ainda não desistiu da Oi Móvel, segundo site

Empresa vai à Anatel defender sua proposta de compra; Vivo, Claro e TIM seguem com a melhor oferta pelos ativos.

Ao que tudo indica, não é fim para a Highline do Brasil no processo de compra da Oi Móvel. A empresa, até então desconhecida do grande público, pegou o mercado de surpresa nos últimos meses.

Quando tudo parecia fácil para o consórcio formado por TIM, Claro e Vivo, a americana fez a melhor proposta e ganhou um acordo de exclusividade para negociação com a operadora carioca.


No entanto, as três maiores prestadoras de telefonia móvel não estão para brincadeira e fizeram uma outra proposta: R$ 16,5 bilhões pelos ativos móveis da Oi.

Portanto, quem tem exclusividade de negociação agora é o consórcio.

Nesse momento parece improvável, mas uma reviravolta ainda pode surgir. De acordo com o Estadão, representantes da Highline do Brasil vão se reunir com Leonardo Euler, presidente da Anatel.

O objetivo do encontro é uma possível defesa da proposta que foi feita pela Oi Móvel.

VIU ISSO?

–> Oi revela que Highline apresentou melhor proposta pela Oi Móvel

–> Vivo, TIM e Claro ganham exclusividade em negociações com a Oi

–> Bolsa de Valores reage à proposta de R$ 16,5 bi pela Oi Móvel

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

Será que vão surgir argumentos contra a possível negociação entre a Oi com a Claro, TIM e Vivo?

Nada foi confirmado por ambas entidades, Anatel e Highline, mas parece que a disputa pelos mais de 30 milhões de clientes da Oi Móvel não está próxima de ter um fim.

Com informações de Estadão

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários