Integração entre WhatsApp e Messenger está à caminho

COMPARTILHAR:

Ideia é que usuários de ambos aplicativos possam se comunicar entre si.

O Facebook está projetando uma integração entre os aplicativos de mensagens WhatsApp e Messenger, o que permitirá que eles se comuniquem entre si. O rumor foi divulgado pelo desenvolvedor mobile Alessandro Paluzzi, em sua conta no Twitter.

Tanto o Messenger quanto o WhatsApp pertencem ao Facebook, entretanto, usuários ainda precisam instalar os dois apps para manter contato com amigos de cada plataforma.

Porém, o desenvolvedor teve acesso a uma tabela do banco de dados de uma versão recente do Messenger, a qual faz referência à várias possíveis funcionalidades, como identificar usuários que estão bloqueados no WhatsApp, listar membros de grupos ou ter acesso a informações específicas de uma conversa.

Esse banco de dados ajudaria no processo de união entre os dois apps.

A integração não é uma surpresa. Há mais de um ano, Mark Zuckerberg já havia anunciado os seus planos de integrar os seus dois mensageiros. Até mesmo o Instagram seria integrado.

Entretanto, a tarefa não é tão fácil quanto parece. Antes, será preciso resolver várias questões, por exemplo, onde será salvo o banco de dados, como funcionará a criptografia ponta a ponta entre os dois mensageiros ou se será possível o usuário escolher não integrar os aplicativos.

VIU ISSO?

–> Cade revoga suspensão dos pagamentos via WhatsApp

–> Usuários do Instagram também poderão fazer videochamadas em grupo

–> WhatsApp vai derrubar a concorrência do Zoom?

Por enquanto, o Facebook não confirmou oficialmente a integração entre seus aplicativos nem quando a funcionalidade estará disponível para seus usuários.

Print da tabela de dados de uma versão recente do Messenger. Imagem: Alessandro Paluzzi

Com informações de Tecnoblog.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários